Filha diz que idosa só recebeu vacina contra Covid-19 após ela denunciar que líquido não foi aplicado na 1ª tentativa

Matérias Top 10/02/2021 Relatar Quero comentar

Gravação mostra momento em que profissional enfia agulha no braço da idosa, de 88 anos, mas parece não injetar a dose. Secretaria de Saúde de Goiânia informou que 'vai averiguar imediatamente o ocorrido'.

A filha de Floramy de Oliveira Jordão, de 88 anos, denuncia que a mãe não recebeu a vacina contra a Covid-19 na primeira aplicação, na manhã desta quarta-feira (10), em , pois, segundo ela, a enfermeira enfiou a agulha no braço da idosa, mas não injetou a dose do imunizante. O momento foi filmado pela aposentada Luciana Jordão, de 57 anos, filha da idosa . A Secretaria Municipal de Saúde investiga o caso.

De acordo com a família, Floramy só foi devidamente imunizada, por volta das 10h30, após Luciana perceber que o líquido na seringa não havia sido aplicado e questionar a enfermeira, durante a vacinação no Setor Universitário.

Luciana relata que a enfermeira respondeu que havia vacinado, mas, ao ser confrontada sobre o líquido estar na seringa, pediu desculpas e disse que não tinha percebido.

Em nota, a Secretaria de Saúde de Goiânia informou, às 12h53, que “vai averiguar imediatamente o ocorrido e esclarece que há vacinas garantidas para todas as pessoas acima de 85 anos e que abomina todo e qualquer tipo de irregularidade”. Disse ainda que, se for comprovado “o descumprimento dos protocolos de vacinação, serão tomadas todas as medidas cabíveis em casos dessa natureza”.

O neto da idosa, Bruno Jordão, de 32 anos, conta que sugeriu que a mãe gravasse o momento da vacinação justamente para garantir que a dose fosse aplicada. Ainda segundo ele, a enfermeira chegou a questionar a filha da idosa se ela iria filmar ou apenas tirar uma foto. "Aí minha mãe disse que ia apenas fotografar, mas, na verdade, ela filmou", conta.

 começou nesta quarta-feira em nove locais e por ordem alfabética. A Prefeitura de Goiânia preparou sete escolas municipais e dois pontos de vacinação rápida, chamados de drive-thru, para aplicar a Coronavac em idosos com idade superior a 85 anos.

Segundo a SMS, até o fim da manhã desta quarta-feira, mais de 2,6 mil idosos foram vacinados nos sete postos fixos e nos dois drives montados para atender a população da capital.

Foram separadas 16 mil doses para este grupo prioritário. Para se vacinar em Goiânia, não é necessário fazer o pré-cadastro no site do governo.

Comentário do usuário