Médica intuba dois pacientes e faz piada em rede: 'MAIS UM EU PEÇO MÚSICA NO FANTASTICO"

Guto 28/01/2021 Relatar Quero comentar

A médica Leanara Amaro Rocha fez uma postagem em uma rede social   durante um plantão no Hospital de Campanha de Guajará-Mirim (RO),    que trata pacientes com a covid-19, que causou grande repercussão e      será motivo de investigação.

"Dois intubados no mesmo plantão", postou a médica em seu stories do Instagram, rindo. "Mais um eu peço música no Fantástico.".

Depois da postagem feita no dia 19 de janeiro, a Prefeitura de Guajará- Mirim emitiu uma nota na qual afirma que "não concorda, não compac   tua e repudia de todas as formas a atitude da médica". "Diante do acon tecido, já tomamos todas as medidas cabíveis que estavam ao nosso al   cance e dentro da competência do município. E continuaremos toman  do todas as providências para que fatos como este não entrem em uma estatística", diz ainda o texto. Com pouco mais de 46 mil habitantes, a 328 km de Porto Velho, Guajará-Mirim registrou — segundo o último informe da Prefeitura, divulgado segunda-feira (25) — 4.003 casos confirmados do novo coronavírus, com 38 óbitos.

Após a repercussão negativa a médica apagou a sua conta no Instagram e divulgou uma carta aberta com pedido de desculpas pela publicação "não pensada, sem teor nenhum de maldade"

"Peço publicamente desculpas a todos os conterrâneos, familiares, ami  gos de familiares, conhecidos, aos gestores desse município, meus cole  gas de trabalho e, aos principais, os meus pacientes por uma publicação não pensada, sem teor nenhum de maldade ou sentimentos ruins que     foi reproduzida inúmeras e inúmeras vezes com teor totalmente diferen te e discrepante do sentimento expressado naquele momento: 'Rir pra   não chorar'", diz o texto.

"Jamais e por hipótese nenhuma comemoraria de maneira cruel sobre os péssimos desfechos da covid-19", afirma a médica.

Ela ainda afirmou que está com problemas de saúde e que pediu afastamento do cargo, fato também citado na nota da prefeitura. "Neste últi  mo mês, fui afastada pelos meus colegas por exaustão profissional. Sín  drome de Burnout e, mesmo estando de atestado para descansar, voltei tive um plantão tumultuado e acabei removendo paciente grave em 8h  de viagem para o Hospital Referência", lembra Leanara.

Já a nota da Prefeitura diz que "a médica já havia pedido exoneração do município no início do ano de 2021 e logo depois ficou afastada por problemas de saúde". "Uma foto repercutiu nas redes sociais no qual mostrava a grande procura da população por atendimento médico no hospital de campanha deste município. Neste ato, a médica, mesmo estando       afastada e assegurada por atestado médico, se prontificou em ajudar    nos atendimentos, e vinha desde então ajudando.".

"Secretário vê exagero na repercussão"

O secretário de Saúde da cidade, Rafael Ripke, afirmou hoje  que não vê razão para a repercussão do caso. "Isso é coisa da mídia. Eu não  vejo tanto motivo para isso. Ela já se retratou, pediu desculpas por uma  carta. Caso encerrado", opinou. Apesar da afirmação, Ripke disse que a  Secretaria de Saúde abriu um procedimento investigatório para apurar o caso. "Já foi instaurada investigação. Ela se retratou verbalmente. Agora o diretor do hospital vai avaliar o caso. Para mim, o caso está encerradomas não cabe a nós julgar", salientou. A reportagem entrou em contato  com o MP-RO (Ministério Público de Rondônia), que afirmou que oficiou a Médica.

Comentário do usuário