Caso Heitor: polícia pedirá exame de corpo delito; investigações continuam

News notícias 28/12/2020 Relatar Quero comentar

A   Polícia Judiciária Civil de Lucas do Rio Verde  passa, a partir de agora, aprofundar as investigações sobre o desaparecimento do pequeno Heitor Maciel dos Santos, de dois anos, que foi encontrado na tarde deste domingo (27) após 72 horas de seu desaparecimento, ocorrido na última quinta-feira (24) véspera de Natal.

Foi uma situação muito grave e estávamos todos empenhados em localizar a criança. Foi um momento de emoção, tanto para os pais quanto polícia que ficou por três dias de forma interrupta, investigando, no intuito de localizar o pequeno Heitor”,  comentou o delegado Eugênio Rudy.

De  acordo com o delegado, as investigações continuam e deverá concentrar esforços para saber se houve o rapto da criança.

“A criança foi encontrada bem integra, dando a entender que poderia não estar no relento, então as investigações continuam. Vamos solicitar exame de corpo delito no momento apropriado. As investigações continuam”,  finalizou Rudy.

O pequeno Heitor, que mora em   Campo Novo dos Parecis, chegou em Lucas do Rio Verde na quarta-feira (23) com seus pais, para passar o Natal com a avó, que mora na chácara, as margens da MT-449 (em frente a Fundação Rio Verde).

Na quinta-feira (24) o menino dormia, logo após o almoço, e ao acordar (somente de fralda) seguiu em direção à rodovia, não sendo mais visto.

Antes do desparecimento, os familiares teriam descido até uma casa abaixo para reestabelecer a energia elétrica, pois o disjuntor havia desativado.

Após 72 horas ininterruptas de buscas realizadas pelas forças de segurança de Lucas do Rio Verde o menino Heitor Maciel dos Santos, de dois anos, foi localizado na tarde deste domingo (27.12),  abandonado em um aterro sanitário que fica ao fundo da Fundação Rio Verde.

A criança foi encontrada no aterro por um morador da cidade que trabalha no local, que em seguida acionou o Corpo de Bombeiro Militar.

As buscas também foram realizadas com ajuda de cães farejadores do CBM-MT e contou com apoio de uma aeronave do Ciopaer e de um helicóptero disponibilizado por um produtor rural de Lucas do Rio Verde.

“As investigações e diligências seguem para apuração das circunstâncias do desaparecimento, como a criança foi parar naquele local, posteriormente conclusão do inquérito policial e possível responsabilização criminal dos envolvidos”, finaliza o delegado.

Comentário do usuário