Seu filho não te ouve? 4 dicas para contribuir na melhora do comportamento em casa

Só matérias boas 19/02/2021 Relatar Quero comentar

Pais e filhos precisam de uma boa comunicação, pois isso faz toda diferença no desenvolvimento dos pequenos e na relação da família. Vale ressaltar que o diálogo é sempre a melhor forma em qualquer tipo de situação, quer seja nos momentos felizes ou mesmo naqueles em que o filho está chateado.

Através dessa troca os dois lados vão poder se explicar e os pais podem dessa maneira demonstrar interesse e também apoio ao que a criança tem a dizer. Esse processo nem sempre é algo fácil. Muitas vezes parece que os pequenos não dão ouvido para nada.

É pensando justamente nesse tipo de situação que Augusto Cury idealizou um programa para ajudar nesse processo. Veja abaixo algumas dicas para aprender a lidar quando se deparar com esse tipo de conflito com seu filho.

1 – Identificar o melhor momento para o diálogo

É preciso estar atento ao clima emocional no qual se diz as palavras. Isso quer dizer que devemos incluir não só o conteúdo verbal, mas também ter atenção com a dimensão não verbal dessa interação, ou seja, é importante ter cuidado com expressão facial e também prezar pelo toque.

2 – Comunicação positiva

A família deve ter uma contribuição para que possa haver uma comunicação positiva. Desta maneira, vai contribuir para o desenvolvimento de competências como: resiliência, valor social e tomada de decisão, por exemplo. Para atingir esse objetivo os pais precisam demonstrar empatia, apoio emocional e uma comunicação clara.

3 – Elogiar antes de criticar

É uma estratégia complicada, porém importante. Para conseguir conquistar o coração dos pequenos, é preciso começar pelo lado emocional e depois ir para o lado racional. Quando eles tiram muitas notas boas, mas uma abaixo da média, muitos pais acabam atentando ao negativo. Isso pode fazer com que a criança acredite que o erro vai valer mais do que o acerto.

4 – Dar o exemplo

A criança vai prestar mais atenção naquilo que você faz ao invés do que se fala. Elas aprendem por imitação, ou seja, seguindo o exemplo dos pais. Portanto, os pais precisam estar atentos e dar bons exemplos com atitudes.Quando os pais demonstram que se importam com o que o filho tem a dizer que vai conseguir fazer com que ele o escute.

Comentário do usuário