Não abuse das pessoas boas, elas perdoam mas quando cansam, vão embora sem olhar para trás.

Psico Notícias 04/03/2021 Relatar Quero comentar

Em um mundo cada vez mais distorcido em seus valores e princípios, fica mais difícil saber em quem confiar, onde colocar nossas esperanças, já que as máscaras fazem parte da roupa de muitas pessoas. Muitas vezes, acabamos enfrentando a parede, simplesmente julgando o coração dos outros com base no nosso. Infelizmente, ser bom demais se tornou perigoso.

No contexto atual, há necessidade de se fazer bem em todos os setores, até para obter vantagens indevidas, de formas duvidosas, como se os fins justificassem alguns meios. Nesse mundo, a lealdade e o comprometimento com os outros acabam sendo algo que não deve parar, porque o que importa mesmo é subir os degraus da ascensão social, no trabalho e na vida.

Mesmo assim, muitas pessoas ainda querem acreditar na humanidade, na verdadeira amizade, no amor e no carinho sincero.

Muitas pessoas ainda persistem em ser felizes sem machucar ninguém, sem trair, sem xingar, sem machucar o outro, se colocando no lugar das pessoas com quem convivem. E é assim que arruinamos relacionamentos, simplesmente porque muitas pessoas vão acabar confundindo nossa preocupação com a escravidão, abusando do que temos a oferecer.

No entanto, sempre haverá aqueles que não apreciam o perdão que recebem, como se todos devessem perdoar a cada vez, em vez de hesitar. Muitos não refletem e nunca vão mudar, afinal, para eles é o mundo que está errado, não eles.

Uma coisa é certa: não há ninguém que abuse da bondade do outro o tempo que quiser, porque chega um momento em que acaba a força e a paciência, mesmo que haja amor e carinho.

Pessoas boas perdoam inúmeras vezes, mas quando se cansam, desistem completamente. E não haverá retorno, nem perdão, nem chance de recuperação!

Comentário do usuário