Prefeita cola cartazes em unidades de saúde e pede que pacientes reclamem de mau atendimento, em Bayeux

Noticias no Ar 04/01/2021 Relatar Quero comentar

Cartaz diz que funcionários que não tratam bem os pacientes devem pedir exoneração. MPT-PB diz que vai abrir inquérito para apurar excesso. Sindicato dos médicos repudiou atitude da prefeita.

Um cartaz colado na frente de unidades de saúde da cidade de Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, causou polêmica entre os servidores do município no primeiro fim de semana do ano. O cartaz, assinado pela prefeita Luciene Gomes (PDT), tem um recado para os funcionários das unidades e uma orientação para os pacientes ligarem para ela em caso de receberem mau atendimento na rede municipal.

A TV Cabo Branco e o G1 tentaram falar com a prefeita, mas ela não quis gravar entrevista.

“Você que é funcionário do hospital pago com recurso público, trate bem as pessoas, se não for para atender bem o paciente, não venha trabalhar ou peça exoneração, ninguém procura o hospital para passear, com certeza tem alguma necessidade. OBS: Me ligue ou mande mensagem em caso de reclamação, você que é usuário, tomarei as providências na hora!”, diz o texto do cartaz, que contém ainda o número do telefone do serviço “Alô Prefeita”.

A reportagem da TV Cabo Branco entrou em contato com o número fornecido pela prefeita no cartaz para saber como funciona o serviço.

Repórter: “Alô, boa tarde, com quem eu falo?”

Atendente: “Isabele Ferreira, assessora da prefeita e responsável pelo ‘Alô Prefeita’”.

R: “Aqui quem fala é Hebert Araújo, jornalista da TV Cabo Branco. Estamos fazendo uma reportagem sobre o serviço e verificando a eficiência do sistema, se estão atendendo. Este número fica disponível quando, por exemplo, hoje é domingo à tarde, ele funciona o tempo inteiro?”

A: “Todos os dias da semana”.

R: “Vocês já receberam algum tipo de denúncia, reclamação, desde que foram colocados os cartazes?”

A: “Já sim, não só sobre saúde, mas também sobre outras situações. A gente está tentando resolver da melhor forma possível”.

Moradores do município e usuários do sistema de saúde comentaram sobre o cartaz, aprovando a medida. “Eu achei uma indireta para os funcionários. Porque a realidade hoje em dia é você chegar no hospital, entrar e ver funcionários mexendo no celular, o atendimento péssimo”, diz o operador de máquinas Maycon Douglas.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário