Marido cai de precipício de 200 metros com mulher após tentar salvá-la; filha de 5 anos viu tudo

Carlosandre1055 06/02/2021 Relatar Quero comentar

Valeria Coletta, 35, escorregou no gelo e ficou na borda de um precipício e seu marido, Fabrizio Martino, tentou agarrá-la para evitar a queda, mas ele acabou caindo junto com a mulher de uma altura de mais de 200 metros. O acidente aconteceu no último domingo enquanto o casal fazia uma caminhada com a filha, Martina, de 5 anos, nos Alpes de Bergamo, na Itália. A menina viu a queda dos pais e agora está aos cuidados dos avós.

Segundo o site local La Gazzetta del Mezzogiorno, a dupla tinha uma casa nos Alpes e decidiu fazer uma excursão até o Morro Vareno, que tem uma altitude de 1.400 metros, ao lado de um casal de amigos. No percurso, o grupo encontrou algumas partes do solo escorregadias por estar coberto de neve, gerada pelas baixas temperaturas da madrugada.

Uma reconstituição inicial feita pelo Corpo de Bombeiros local mostrou que Fabrizio, que usava um sapato com grampos removíveis que ajudava a andar sobre o gelo, segurava Martina no colo. Valeria vinha logo atrás do marido e, por último, o outro casal.

Acredita-se que Valeria perdeu o equilíbrio ao pisar em uma camada de gelo próximo a um canal e, em razão da queda, ficou na borda do precipício, segundo o Corriere Milano. Em um impulso, Fabrizio colocou a filha no chão e tentou agarrar a esposa, mas ambos acabaram caindo do penhasco juntos. O casal morreu no local em razão dos traumas provocados pelas quedas.

O outro casal de amigos ficou com Martina no local da queda e chamou os bombeiros. A operação para a retirada dos corpos do local durou cerca de quatro horas.

O funeral do casal aconteceu na quarta-feira (3), em Milão, informou o site Brescia Today. Martina agora está aos cuidados dos avós — não foi informado se são os maternos ou paternos que estão responsáveis pelos cuidados com a criança.

Vaquinha

Marlene Martinelli, amiga de Valeria, decidiu criar uma  um dia após o acidente para arrecadar fundos para ajudar a pequena Martina.

"[Essa vaquinha] foi criada para continuar a cumprir a missão de vida de Fabry e Vale, de dar a Martina um futuro feliz exatamente como os pais queriam que fosse. Todo o dinheiro arrecadado será revertido para a família e destinado ao sustento da filha do casal, Martina, em sua trajetória de vida. Servirá para ajudá-la a ter o melhor suporte para enfrentar esta situação e um futuro melhor."

E completou o texto no site de arrecadação: "Embora uma contribuição econômica não possa aliviar a dor de tal tragédia, poder ajudar a aliviar quaisquer preocupações econômicas é tudo o que podemos fazer e desejar para a família oprimida por este drama".

A "vaquinha" tem a meta de 450 mil euros (cerca de R$ 2,8 milhões) e, até o momento de publicação desta reportagem, já havia arrecadado 332 mil euros (R$ 2,1 milhões).

Comentário do usuário