Repórter abandona transmissão ao vivo e pula em lago congelado para salvar cãozinho

helgel 15/04/2021 Relatar Quero comentar

O jornalista Aleksandr Sashnev percebeu que o cachorrinho precisava de ajuda e não pensou duas vezes em abandonar o microfone e pular no lago para resgatar o animal.

Deparar-se com uma história de heroísmo mexe com nossos corações, principalmente quando envolve animais indefesos. Não são todas as pessoas que deixam seu conforto de lado e priorizam os sentimentos dos outros, menos ainda pensam no bem-estar dos animais. Por isso, ter contato com uma história de resgate sempre nos deixa felizes, pois conseguimos nos dar conta de que pessoas boas existem.

Em Moscou, na Rússia, uma história bem parecida aconteceu. O jornalista Aleksandr Sashnev e o cinegrafista Sergei Olikhver estavam filmando uma reportagem sobre a contagem dos patos, em frente a um lago, numa reserva ambiental local. A temperatura girava em torno de -20°C, segundo a rede de comunicação russa Mir Belogorya, quando um menino apareceu correndo em busca de ajuda e até invadiu a transmissão.

O motivo para tanto desespero era o seu cachorro, que havia caído no lago congelado do local, e não conseguia sair, por mais que se esforçasse. As filmagens foram interrompidas quando o cinegrafista e o jornalista perceberam a gravidade da situação. O clima era extremo e aquele pequeno animal iria definitivamente morrer rapidamente, se ninguém o ajudasse.

Sem tempo para refletir sobre o ocorrido, Aleksandr Sashnev tirou suas roupas e se jogou no lago com o objetivo de salvar o cachorro indefeso, que lutava por sua vida.

O repórter conseguiu resgatá-lo e o menino tirou seu casaco para aquecer o animal assim que ele saiu do lago. Um motorista que passava pelo local deixou que o jornalista se aquecesse em seu veículo.

As imagens rapidamente se espalharam pela internet. O cinegrafista decidiu retomar as filmagens para registrar o resgate. O correspondente Sashnev tomou a decisão de salvar o animal e acabou se tornando um herói local, e mostrou a todos que não existem desculpas, quando algo sério precisa ser feito. Assista ao vídeo que tem circulado pelas redes, compartilhado pela Gazeta Russa:

O jornalista, que fez parte da equipe de natação de inverno de seu país por cinco anos, também trabalhou nas Forças Aéreas, o que pode ter aumentado sua determinação na hora de salvar o cachorrinho.

Felizmente, o animal e o repórter estão bem. Mesmo tendo arriscado sua vida para ajudar um animal que nunca viu, Sashnev fez isso por saber que era o certo.

Em dezembro de 2020, Aleksandr já tinha feito uma reportagem sobre as regras da pesca de inverno e como se comportar em caso de cair na água congelada, e usou a si mesmo para desenvolver a narrativa. Sempre disposto a ajudar, Sashnev nos mostra que, até mesmo no seu atual trabalho, ele atua como um exemplo a ser seguido.

O que você achou da atitude desse repórter?

Comentário do usuário