Um salmão importado é o principal suspeito de um surto novo de covid-19 que está paralisando Pequim

Filomena 19/06/2020 02:23 Relatar

Segundo a cadeia chinesa CCTV, até quarta-feira as autoridades do país asiático só haviam proibido expressamente as importações de salmão da Europa, que seria a origem do pescado supostamente contaminado.

Mas todas as vendas de salmão sofreram o impacto. Mesmo antes da proibição, diversos supermercados e restaurantes se apressaram em retirar o produto de circulação.

"Apesar de não haver restrição oficial para a entrada do produto, o medo dos consumidores da China faz com que o salmão não esteja mais entrando no país", afirma uma reportagem do jornal chileno La Tercera.

As autoridades impuseram diversas medidas para evitar a volta da covid-19

A situação afetou os preços do produto, mesmo que a China seja apenas o quinto maior mercado para os produtores chilenos de salmão. Muitos dos produtores também acreditam que o salmão logo será "inocentado".

"Não existe evidência que sugira que o Sars-CoV-2 possa contaminar animais aquáticos", disse o gerente comercial da empresa chilena Ventisqueros, Fernando Perez, ao jornal La Tercera.

"Isso já é passado para nossos clientes, e estamos monitorando as reações para ver como podemos retomar nossas vendas regulares", disse.

Mas como o salmão acabou ligado à pandemia de covid-19?

Em uma tábua de cortar

Na semana passada, 137 novos casos de covid-19 foram revelados na China.

A maioria dos casos está ligada ao mercado de Xinfadi, por onde passam 80% dos alimentos consumidos em Pequim. A capital chinesa havia passado 57 dias sem registrar novos casos de covid-19.

Muitos dos primeiros casos do novo surto estão ligados ao mercado de Xinfadi

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.