Os segredos do concurso de Cristina Ferreira para os domingos à noite

silva 01/03/2021 Relatar Quero comentar

Sem nervos A estreia do concurso de talentos musicais que vão ser postos à prova perante 100 jurados não a deixa nervosa: “Já tenho uns aninhos disto. Sinto que este é um programa extraordinário”. 

Já houve choro Nas emissões já gravadas, num total de 14, houve “momentos felizes e também de tristeza. Já houve pessoas que saíram daqui a chorar”, revela. 

Jurados cantores e não só Nem todos os 100 jurados sabem cantar, mas têm algo em comum porque “são pessoas do espetáculo”, revela a apresentadora. 

Será que canta? Em “Dança com as Estrelas”, ela fartou-se de fazer o gosto ao pé. Agora, será que vai mostrar que tem voz de rouxinol? “É preciso esperar pela estreia do programa para ver se eu canto”, refere. 

Tocar no coração do público Cristina diz não estar preocupada com as críticas quando o programa estrear por as gravações terem tido lugar durante o confinamento. “Quando disser boa noite o All Together Now vai tocar no coração dos portugueses.” 

Gisela João é a presidente do júri É à fadista que cabe desempatar sempre que for caso disso. A escolha, segundo Cristina Ferreira, deve-se ao facto de ser “uma mulher sem medo e de dizer o que lhe apetece”. 

Dar empregoa quem precisa “Se não existisse o All Together Now, muitas destas pessoas estariam em casa sem trabalho”, diz, para refutar as críticas das gravações do formato em pleno confinamento e acrescenta: “Deixa-nos felizes que possamos contribuir para que a cultura e o espetáculo continue a existir e para que se possam levar ao público”. 

O prémio é surpresa O vencedor vai ganhar um prémio, mas a estrela da TVI faz segredo. “Ainda não vou revelar. É surpresa.” 

Ajudar na saúde mental A estrela da TVI não tem dúvidas de que o concurso de talentos “é essencial para a saúde mental e para o respirar do público que tem na TV uma ponte para a diversão”. 

Testes e mais testes Sempre que há gravações, o júri é testado, além de cumprir as regras de segurança. “Os 100 jurados estão separados por acrílicos. São testados todas as vezes e só depois de o teste dar negativo é que entram na Altice Arena. Entram em grupos de quatro, não ao mesmo tempo”, conta. 

“Guerra” com Ljubomir Sobre a concorrência de “Hell’s Kitchen”, com que Ljubomir Stanisic se vai estrear na SIC, em breve, diz não temer o duelo: “São os portugueses que decidem, podem ver aquele que quiserem. Aliás, podem ver os dois, se assim o entenderem. Não mudei uma vírgula neste programa porque no outro lado ia ter o Ljubomir. Tento fazer o melhor formato, como sempre faço”.  

Comentário do usuário
Você pode gostar