Após ter nome associado ao coronavírus e amargar em vendas, cerveja Corona dá a volta por cima e fica entre as mais vendidas

Carlosandre1055 19/12/2020 Relatar Quero comentar

A marca mexicana de cerveja Corona chegou a amargar prejuízos em vendas e publicidade no início da pandemia de Covid-19, por ter sido associada negativamente ao coronavírus. Esse cenário, porém, já faz parte do passado. 

Segundo relatório divulgado pela consultoria Nielsen, a Corona ficou entre os dez itens que apresentaram maior alta no número de vendas no Reino Unido em 2020. Em números, as vendas da cerveja aumentaram em 68 milhões de libras, o que representa um aumento de dois quintos. 

Vale destacar que o aumento da popularidade da cerveja não ocorreu apenas em terras inglesas. Houve registros de falta de estoque da bebida na Austrália, por exemplo, o que reforça o aumento do poder de vendas da cerveja em um ano que começou difícil para a marca. 

O estudo também destacou que as vendas de carnes cresceram 8,7%, movimento crescente que foi atribuído ao aumento de jantares particulares e churrascos feitos em casa. 

O relatório também trouxe alguns setores que apresentaram queda, caso dos cosméticos. Devido ao fato das pessoas estarem mais em casa, os produtos de cuidados pessoais acabam sendo menos utilizados, de modo que um recuo de um quinto das vendas.

Comentário do usuário
Você pode gostar