Homem é expulso de rodízio por comer 14 pratos e viraliza na internet

Mari... 16/07/2021 Relatar Quero comentar

João Carlos Apolonio relatou em suas redes sociais que estava em um rodízio de massas comendo à vontade quando foi “convidado a se retirar”. O vídeo viralizou e chamou atenção do  Melhor da Tarde, que conversou com o pintor nesta quarta-feira, 14.

“Eu estava procurando um lugar mais em conta para poder almoçar. Quando eu vi a placa rodízio de , ,  e etc. à vontade por R$ 19,90. Até que eu não estava com muita fome, porque eu tinha comido oito ”, contou.

O pintor foi convidado a se retirar após comer 15 pratos de massa - ele já estava indo para o 16º. “Para começar, você me manda cinco lasanhas, três  e dois ”, disse João ao relembrar o pedido que fez para o garçom.

“Como eu trabalho com obra, eu como bastante. Gasto muita energia. De início, eu pedi 10 pratos e eles trouxeram”, contou. O garçom do estabelecimento ainda alertou que, caso houvesse desperdício, o pintor teria que pagar uma taxa de R$ 9,90.

“Pode ficar tranquilo que vocês vão pagar para eu parar de comer”, teria dito João. Após pedir mais cinco pratos (três  e dois macarrões), ele recebeu porções duplas. “Quando eles chegaram com prato, eu falei: esse veio recheado, hein?”, disse.

Para fechar, o pintor pediu mais oito pratos: quatro lasanhas e quatro nhoques. “O garçom arregalou os olhos para mim e eu falei que só não ia comer mais porque eu tinha comido oito  de manhã”, contou aos risos.

O gerente chamou João para conversar e pediu para ele se retirar. “Por gentileza, o senhor aceita uma proposta? O senhor não é obrigado a ir embora, mas se o senhor for embora agora, a gente devolve o seu dinheiro e você não precisa pagar nada”, teria dito a gerência para o pintor.

João revelou que essa não foi a primeira vez que ele foi expulso de um restaurante por comer demais. “A primeira vez foi numa padaria e quem comesse uma coxinha de 1kg, não pagaria. Eu comi uma e pedi mais uma”, relembrou. O pintor disse que foi impedido de pedir uma terceira.

Comentário do usuário
Você pode gostar