Ex-cantor gospel, Jotta A surge de “drag queen” e web não perdoa

Top 10 26/02/2021 Relatar Quero comentar

José Antônio Viana de Hollanda, mais conhecido como Jotta A, é um cantor e compositor brasileiro de música pop e reggaeton. Iniciou sua carreira muito cedo, aos 6 anos de idade na música gospel, em 2003, com o álbum Sou Um Milagre. 

Alguns anos depois participou de um programa de calouros apresentado por Raul Gil, aos 12 anos, onde ficou muito conhecido por sua facilidade em chegar aos agudos. Tendo ganhado, assinou contrato com a gravadora Central Gospel, na qual lançou o álbum Essência , que lhe rendeu indicações ao prêmio Troféu Promessas. Em 2013, lançou o álbum Geração de Jesus, com participação da cantora Daniela Araújo como produtora musical que foi indicado ao Grammy Latino no ano seguinte.

O ex-cantor gospel Jotta A continua surpreendendo a comunidade evangélica. O artista que resolveu sair do armário no ano passado continua dando o que falar na internet. No início da semana, foi ao ar no YouTube a entrevista que ele deu para o canal “QueFishTV”, o qual é destinado ao público LGBTQIA+.

O cantor chocou os internautas ao revelar que já havia sofrido ameaças de morte após ter assumido a sua bissexualidade, e surpreendeu os evangélicos ao dizer que ao se assumir estava deixando a sua marca na história. Na manhã desta sexta-feira (26), Jotta A usou um filtro feminino nos Stories do seu Instagram, que o deixou com a aparência de uma “drag queen”.

A brincadeira chamou a atenção dos internautas que baixaram o vídeo, e em minutos ele já tinha viralizado em grupos de WhatsApp. O vídeo também foi publicado no feed do Instagram do Fuxico Gospel, e os usuários da rede social detonaram o artista nos comentários do post.

Comentário do usuário