Mourão decide demitir assessor após vazamento de conversa com chefe de gabinete de deputado

Só matérias boas 29/01/2021 Relatar Quero comentar

Identidade do chefe de gabinete e do parlamentar não foram reveladas. Na troca de mensagens, assessor de Mourão fala em 'articulações' e diz que vice é mais preparado que Bolsonaro.

O vice-presidente , anunciou a exoneração de um assessor depois que conversas dele foram divulgadas pelo site O Antagonista.

O assessor , Ricardo Roesch Morato Filho procurou o chefe de gabinete de um deputado federal para conversar sobre preparativos para a hipótese de o vice, Mourão, assumir a presidência no lugar de .

O site só divulgou as mensagens do diálogo — não revelou a identidade do chefe de gabinete nem a do parlamentar para quem ele trabalha.

No fim da tarde, o vice-presidente condenou a atitude de Ricardo Roesch Morato Filho e disse que o assessor vai ser exonerado.

"A conversa houve. É algo que me deixou extremamente — vamos dizer assim — chateado porque o único patrimônio que eu tenho é a minha honra. E a minha honra está ligada à lealdade. São valores que eu não abro mão. Posso algumas vezes discordar de algumas coisas do presidente Bolsonaro, mas jamais vou trabalhar contra ele. E esse meu assessor avançou um sinal totalmente fora do foco, fora daquilo que são as minhas orientações. Como consequência, ele será exonerado brevemente", afirmou Mourão.

Comentário do usuário