Gêmeos morrem com diferença de dois dias no Paraná, ambos tomaram "kit covid".

Maria Eduarda 17/03/2021 Relatar Quero comentar

Genilton e Jailton Rodrigues, de 47 anos, procuraram atendimento médico e receberam o "kit covid", com medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença, entre eles azitromicina, e foram mandados para casa. O estado de saúde de ambos piorou e acabaram sendo hospitalizados em dias diferentes.

Genilton apresentou sintomas no dia 8 de fevereiro, mas só foi internado dia 14. Jailson testou positivo para a doença em 16 de fevereiro, e foi hospitalizado no dia 21. Genilton morreu sábado (13) e seu irmão, na segunda-feira (15).

Genilton no primeiro dia no hospital, ficou em um quarto com respirador, porém, no dia seguinte teve uma parada cardíaca durante a madrugada, foi entubado e levado para UTI do Centro Hospitalar São Camilo, onde ficou 28 dias, até sua morte.

Jailton teve dificuldades para enontrar leito uma semana depois do irmão e foi internado no mesmo hospital partiular que o irmão já estava. Sem plano de saúde, a família descobriu que na sexta-feira (12) a conta hospitalar estava em R$110 mil, e que teriam que pagar 40%.

Uma vaquinha online foi criada pela vizinha da família para tentar ajudar a quitar a dívida, além da mulher de Jailson ter vendido um carro, para abater nos custos.

Comentário do usuário