Mãe é presa após matar as duas filhas para vender órgãos 'valeriam muito dinheiro'

Notícia do dia** 14/11/2020 Relatar Quero comentar

De acordo com a polícia local, as vítimas vieram a óbito após serem afogadas

Uma mulher, de 26 anos, foi presa em Las Vegas (Nevada, EUA), na última sexta-feira (6). Ela é suspeita de ter matado as duas filhas, uma de 1 ano e outra de 2 meses, para vender os órgãos das crianças que, segundo ela, valiam muito dinheiro.

De acordo com a polícia local, as vítimas vieram a óbito após serem afogadas. Após a prisão, foi realizada uma audiência com a acusada, Amanda Sharp-Jefferson, nessa terça-feira (10), de acordo com o “Las Vegas Review-Journal”.

Segundo o boletim de ocorrência, o pai das crianças. Jaykwon Singleton, encontrou as bebês mortas ao voltar para casa. Posteriormente, os policiais foram até a residência do casal.

Na ocasião, Jaykwon relatou à polícia que Amanda, com quem morava desde 2018, “tentou mantê-lo calado e, a certa altura, fez uma declaração de que seus (das filhas) órgãos valiam muito dinheiro”.

Ao ser questionada, a suspeita alegou que não tinha filhos e que não conhecia Jaykwon. Além disso, ela afirmou que havia caído em uma armadilha.

Amanda tinha apenas uma ocorrência contra ela, quando, em 2017, ela foi acusada de danificar uma propriedade privada. No entanto, o caso foi arquivado. Além disso, Jaykon afirmou que a namorada não apresentou qualquer comportamento estranho antes do crime.

Comentário do usuário
Você pode gostar
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.