Mulheres protestam em FRENTE AO HOSPITAL onde Goleiro Bruno está no Pará

Noticias Urgentes 18/10/2020 23:58 Relatar

Um grupo formado por algumas mulheres se reuniu, na tarde deste domingo (18), para realizar um protesto contra o jogador de futebol Bruno Fernandes Souza, que cumpre pena em regime semiaberto pelo assassinato de Eliza Samúdio, e atua como goleiro pelo Rio Branco-AC.

O ato foi em frente ao hotel onde Bruno e a delegação do time estão para uma partida que ocorreria neste domingo (18), mas foi adiada para amanhã (19), após jogadores passarem mal depois de comer. A Polícia Civil investiga o caso.

As pessoas que estavam no protesto usaram cartazes e gritavam frases como “Bruno Assassino”, “Eliza? Presente!”, “Lugar de assassino é cadeia e não no futebol”, “Feminicida não é ídolo de criança”.

A Polícia Militar foi acionada para manter a ordem no local.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.