Bolsa Família: Veja calendário e quem tem direito de receber o 13° pagamento

Claudione 26/04/2021 Relatar Quero comentar

Bolsa Família: Veja calendário e quem tem direito de receber o 13° pagamento

 Atualizado em 26 abr, 2021 07:47

 Share

O pagamento do 13° do  Bolsa Família é muito esperado pelas famílias que recebem o benefício. Porém, de fato, o Governo Federal apenas realizou um pagamento desse extra, em 2019. No ano de 2020, o executivo não realizou o pagamento alegando que não detinha recursos suficiente, e que a parcela não estava incluída no orçamento da União.

Já neste ano, mas especificamente no mês de janeiro, foi anunciado o pagamento 13°, entretanto, apenas para um grupo específico.

Saiba quem pode receber o 13° do Bolsa Família

O governo estadual de Pernambuco, divulgou a informação de que os participantes do Bolsa Família iriam receber o décimo terceiro, prometido pelo governo e não cumprido.

Desse modo, o pagamento que será finalizado este mês corresponde ao que seria pago em 2020 pela União. Contudo, o governo estadual vem utilizando recursos próprios para o pagamento da parcela extra.

O calendário de pagamento, portanto, começou em fevereiro e será finalizado no final de abril. O repasse está sendo feito de acordo com o mês de nascimento do responsável Familiar e o final do Número de Identificação Social (NIS

Assim, quem nasceu entre janeiro e abril, já recebeu a parcela (entre os dias 11 e 26 de fevereiro), mas quem nasceu entre maio e agosto receberam a parcela entre os dias 18 e 31 de março. Já os beneficiários que nasceram entre setembro e dezembro, estão recebendo o décimo terceiro Bolsa Família desde o dia 16.

Até o dia 30, de acordo com o calendário regular do programa, todos os participantes receberão a parcela que têm direito, mesmo com o pagamento do auxílio emergencial.

Na ocasião do anúncio, o governador do estado de Pernambuco, Paulo Câmara, disse:

“O 13º do Bolsa Família de Pernambuco é a contribuição do nosso governo para buscar efetivamente dar uma renda extra à população mais pobre do nosso Estado. Diferentemente do programa do Governo Federal, que só durou um ano, aqui em Pernambuco nós entendemos a importância da manutenção desse programa. Principalmente em um ano de pandemia, em que as pessoas tiveram que fazer restrições severas

Comentário do usuário