Duas amigas cair de 30 metros em cachoeira "proibida" no interior de Santa Catarina

Amélia 16/09/2020 05:49 Relatar

Duas jovens, uma de 18 e outra de 19 anos, morreram no fim da tarde desta segunda-feira após se desequilibrarem e caírem de uma cachoeira de 30 metros no município de Lages, em Santa Catarina. Bruna Rafaela Vellasquez e Monique Medeiros de Almeida “estavam na beirada da cachoeira", segundo o capitão Jacques, da 5ª Companhia do Batalhão de Aviação de Lages, que esteve na ocorrência. De acordo com ele, uma das jovens escorreu e a outra tentou ajudá-la, mas acabou se desequilibrando também e caindo junto com a amiga.

De acordo com o capitão, os médicos constaram a morte de Bruna assim que chegaram ao local. Monique, por sua vez, ainda possuía sinais vitais. Ela foi retirada da cachoeira em uma maca e transportada de helicóptero, que pousou em uma área próxima para realizar os primeiros socorros. Apesar dos esforços dos oficiais, Monique morreu antes mesmo de chegar à unidade de saúde.

"Como era um local que não tinha mesmo como chegar ali sem o helicóptero, sem ele não seria possível fazer esse resgate de forma rápida, infelizmente, ela [Monique] veio a óbito, mas era o que a gente conseguiu fazer ali. Como ela estava muito mal, estava com traumatismo crânio encefálico bastante grave, então, realmente não deu para salvar", lamentou Jacques ao UOL.

O local onde aconteceu a tragédia era de difícil acesso. Segundo o capitão, só era possível chegar ao ponto onde as jovens caíram depois de uma trilha.

"A parte que elas [as vítimas] estavam ali era bem difícil porque ela não tem um acesso. O acesso ali se dá por trilhas. E devido a dificuldade de chegar no corpo, como não tinha por onde chegar mesmo, elas caíram ali em um lugar que não tinha acesso, então, por isso, foi fundamental o uso do helicóptero."

Ao UOL, a Polícia Militar de Santa Catarina informou que prestou apoio a ocorrência com o helicóptero e disse também que os socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) que estavam no local garantiram que era proibida a visitação na cachoeira onde as jovens estavam.

"Segundo os socorristas, o lugar onde as jovens estavam é proibido para visitação, mas visitantes acabam indo até o local atraídos pela paisagem", disse a corporação em nota publicada.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.