ESSA FOI A MANEIRA QUE UM HOMEM ENGANOU UM LADRÃO PARA RECUPERAR SEU LAPTOP ROUBADO

ATUAIS 11/03/2020 11:51 Relatar

Um Dj notório da cidade de Belo Horizonte, chamado Gustavo Reis, mais conhecido como Zubreu, passou por uma situação nada agradável, ele teve o seu carro arrombado e todos os seus equipamentos de trabalho roubados. Os equipamentos incluíam um computador, uma controladora de som, peças e equipamentos, com um material estimado em torno de R$ 15 mil, sem contar os dois terabytes de músicas.

A história seria muito triste se tivesse acabado aí, mas o mais incrível é que Gustavo conseguiu recuperar ao menos o seu laptop. Como? Ele deu um jeito de enganar o próprio ladrão quando ele queria vender o computador. O acontecido realmente não foi nada fácil, eles trocaram várias mensagens e marcaram alguns encontros que não deram certo. Gustavo afirmou o seguinte:

"Após tocar numa noite difícil (espaço aberto, vento e frio cortantes), coloquei o case com todo o meu equipamento no porta-malas do carro. Parei numa rua mais calma para uma saideira num bar. Depois do drinque, voltei para a garagem do prédio da, minha namorada e nem subi com as coisas: seguiria viagem cedo no outro dia. De manhã, a surpresa: nada no porta-malas. Segurei o desespero: era um dia especial para passar com meu filho. Publiquei no Facebook a lista dos equipamentos furtados - quem sabe aparecia alguma pista?"

Nos comentários da publicação, alguém disse para conferir o site de vendas OLX. Um dia depois do furto, pelo WhatsApp, outra pessoa deixou um aviso: "Veja se esse computador aqui não é o seu". Gustavo navegou pelos sites de vendas online, mas ele notou que todos os computadores da mesma marca do computador dele tinham uma foto com número de série e configurações, e foi aí que ele achou o seu computador.

O DJ pediu a namorada e amigos para que dessem lances no site para fechar negócio, mas infelizmente os outros equipamentos ele não tinham notícia alguma. O irmão de Gustavo começou a negociar com o "vendedor-receptador-ladrão", e pediu descontos para pagamento a vista. Gustavo foi até a Polícia Civil e contou o seu caso, que deixou os policiais animados, mas disseram que só poderiam fazer uma prisão depois que Gustavo realmente confirmasse que o computador era dele.

O negociador sempre marcava encontros para fazer a venda mas depois sumia. Gustavo então tentou fazer contato pelo WhatsApp direto com o negociador afirmando que fazia manutenção em computadores, e as mensagens diziam o seguinte:

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.