Atirador mata homem em bar e pergunta para grupo: “Quem vai ser o primeiro?”

Amélia 13/10/2020 04:01 Relatar

Um homem matou, sem motivo aparente, Leonardo dos Santos Antonio, de 32 anos, na saída de um bar no Guarujá, litoral de São Paulo, na madrugada deste sábado. O atirador ainda apontou a arma para os amigos da vítima e perguntou, antes de efetuar o disparo: “Quem vai ser o primeiro a morrer?”.Segundo reportagem do portal G1, a Polícia Civil afirma que identificou o autor do crime e está à sua procura. A identidade do atirador não foi revelada.

Uma das testemunhas contou que Leonardo estava em um grupo com quatro amigos. Por volta da meia-noite, a caminho do caixa, eles encontraram um comerciante conhecido na região, que cumprimentaram rapidamente. À mesa com ele havia mais pessoas, dentre elas o atirador.

Três amigos do grupo foram ao banheiro e, na saída do bar, foram parados pelo homem armado, que perguntou ao trio quem seria o primeiro a morrer.

“Ele perguntou em um tom que parecia até brincadeira. Ninguém entendeu nada, então ficamos sem reação”, relatou o sobrevivente. O atirador insistiu na pergunta, sacou a arma e apontou para cada um do grupo.

“Ele apontava a arma para o rosto do Leonardo, para mim e para o meu amigo. Depois, voltava para o Leonardo. Fez isso duas vezes”, declarou o amigo. “Na terceira vez, quando ia voltar a arma para mim, ele mirou no Leo e atirou.”

A testemunha prossegue o relato: “Ele atirou e pegou bem no nariz do Leo. Nisso, o Leonardo virou o rosto para mim, abriu os olhos e me olhou sem entender nada. Ele não falou nada e no instante seguinte caiu duro no chão, como uma pedra”.

Em seguida, o atirador perguntou quem seria o próximo, conforme contou o amigo: “E eu saí correndo. Tinha acabado de ver ele baleando meu amigo na minha cara, então na hora eu me desesperei, não queria ser o próximo”.

O atirador aproveitou a confusão dos clientes, que correram do restaurante assustados após o tiro, para fugir no meio da multidão. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) foi acionada para socorrer Leonardo, mas ele não resistiu e morreu no local. Seu corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Praia Grande.

O homicídio foi registrado na Delegacia Sede de Guarujá, mas será encaminhado para prosseguimento das investigações na Delegacia de Homicídios de Santos.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.