VÍDEO: Professora é presa por racismo, dá carteirada e se desespera: ‘Preta fedida’’

Humberto 02/06/2021 Relatar Quero comentar

O registro revoltante desta segunda-feira se da por conta de uma gravação, onde mostra a professora Ana Paula Batalha do Rio de Janeiro, confirmando a acusação de racismo contra a funcionária de um bar, por conta da cor de sua pele, na gravação ela aparece dizendo que tem doutorado e tentando dar uma carteirada em outra mulher.

Contudo o registro feito chocou e revoltou as pessoas na internet, Ana Paula foi autuada pelo crime de racismo contra a mulher, ela alegou a polícia que apenas avia chamado a mulher de negra pois antes teria sido chamada de branca azeda, e por isso a chamou de negra por ter sido ofendida antes.

Testemunhas que estavam no bar ralataram que a professora desferiu vários chingamentos racistas contra a funcionária sem nenhum cabimento, a chamando de preta fedida, macaca, entre outros, e ao ser indagada por clientes também teria os atacado com palavras racistas.

Então ela foi encaminhada até a delegacia, e teve que pagar a fiança de dois mil e duzentos reais, para sair da prisão, em seguida foi liberada sem mais problemas algum, coml se nada tivesse acontecido, uma penas diante de toda a luta dos negros contra o racismo e a favor da igualdade social. 

Infelizmente a maioria dos ataques racistas, vem de famílias brancas e de classe média alta, sempre saem sem problema algum de acusações como estas, que deviam ter uma repercussão e pena muito maior, visando a humilhação que estas pessoas são sujeitas a passar.

A vítima do acidente foi identificada como Rosilene de Carvalho, de 52 anos, ela contou ao site da UOL, oque teria acontecido, ela disse que primeiramente a cliente entrou no bar já questionando a funcionária se ela iria trabalhar, então pediu um drink, e quando chegou devolveu dizendo que a funcionária havia cuspido dentro, logo em seguida o lamentável episódio. 

VEJA O VÍDEO NO LINK ABAIXO:

https://youtu.be/HKbtACOj7gk

Comentário do usuário
Você pode gostar