#TRISTE: Amante grávida é queimada viva dentro de carro pelo pai do bebê que era casado e pela esposa que descobriu

Tá na Rede 03/05/2021 Relatar Quero comentar

Amante grávida foi queimada viva dentro de carro pelo pai do bebê que era casado e pela esposa que descobriu a traição de seu marido. Esse caso recente vem chamando muito a atenção da população brasileira por causa da crueldade. Essa jovem mulher foi encontrada ao lado de um homem carbonizado dentro de um carro. A vítima, que tinha apenas 24 anos de idade estava grávida e se chamava Ellen Priscila.

 O Rapaz que também estava com ela dentro do veículo se chamava Ely Carlos e tinha 39 anos. De acordo com a polícia, os dois foram queimados ainda vivos. Esse crime teria sido motivado por questão passional, já que o pai do bebê que a jovem mulher estava esperando era filho do principal suspeito. O carro onde o crime aconteceu foi completamente destruído pelo fogo. Os corpos das vítimas ficaram tão consumidos pelas chamas que só foram identificados pela família por causa do veículo, que foi reconhecido.

O delegado que ficou responsável pelo caso, Paulo Tarso, de Birigui, falou sobre o assunto e mostrou espanto: “Já vi muitos crimes violentos, mas esse me chamou a atenção, porque realmente ficou muito pesado”. O caso aconteceu na cidade de Coroados, em São Paulo. Quatro pessoas foram presas suspeitas de participação no crime, sendo três homens de uma mulher.

Um dos homens e a mulher eram casados. Ele seria o pai da criança que a jovem grávida estava esperando e sua esposa sabia de tudo isso.  A mulher do homem confirmou ter participado do crime. Os três homens foram encaminhados para a Cadeia Penápolis, enquanto a esposa de um dos criminosos foi levada para a penitenciária de Nhadeara. 

Quatro suspeitos foram presos - três homens, com 19, 35 e 38, e uma mulher de 36 anos, o jovem de 19 anos  e a mulher confessaram, mas os outros dois homens negaram o envolvimento. Paulo Tars, o oficial que lidera o caso, disse à mídia local: "Foi um crime premeditado e muito cruel"

Comentário do usuário