Levantamento aponta que, em 81% dos casos, coronavírus se manifesta de forma leve

Filomena 12/03/2020 05:20 Relatar

coronavírus confirmados, 876 suspeitos. O aumento de infecções nos últimos três dias foi substancial, quase triplicou - eram 25 na segunda-feira (11). Para completar, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que a doença atingiu um grau de , que parte do princípio de que os esforços para o controle da propagação do vírus não obtiveram efeitos. Ainda assim, não há motivo para pânico, a grande maioria dos registros são considerados leves." type="text">O Brasil tem  69 casos de contaminação pelo novo coronavírus confirmados, 876 suspeitos. O aumento de infecções nos últimos três dias foi substancial, quase triplicou - eram 25 na segunda-feira (11). Para completar, a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que a doença atingiu um grau de pandemia, que parte do princípio de que os esforços para o controle da propagação do vírus não obtiveram efeitos. Ainda assim,  não há motivo para pânico, a grande maioria dos registros são considerados leves.

feito pelo Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças (Chinese Centre for Disease Control and Prevention - CCDC) a partir da análise dos primeiros 44.672 casos confirmados no país." type="text">O mais completo levantamento divulgado até agora sobre o novo coronavírus foi feito pelo Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças (Chinese Centre for Disease Control and Prevention - CCDC) a partir da análise dos primeiros 44.672 casos confirmados no país.

Ele aponta que  80,9% das infecções foram classificadas como leves, 13,8% como severas e apenas 4,7% como graves. 

Se você tem menos de 49 anos, as razões para se alarmar são ainda menores. Até essa idade, a taxa de mortalidade é de menos de 1%. Para pacientes infectados com idade entre 50 e 59 anos, a taxa é de 1,3%.

O documento mostra ainda que entre as 416 crianças infectadas com até 9 anos, por exemplo, não houve registro de mortes. Nos 549 casos com idade entre 10 e 19 anos, só foi registrada uma morte. 

Os números, contudo, confirmam as preocupações do Ministério da Saúde com o grupo de risco, formado por idosos e pessoas com doenças crônicas.

Pessoas com mais de 60 anos são as mais suscetíveis a casos graves da doença. Na faixa etária entre 60 e 69 anos, a taxa de mortalidade é 3,6%. Dos 70 aos 79 anos, ela cresce para 8%. Quando passa de 80 anos, o índice chega a 14,8%. Considerando toda população analisada, a média de mortalidade é de 2,3%.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.