Bolsonaro diz que passara pela quinta cirurgia em razão do atentado de 2018

New York Times 17/04/2021 Relatar Quero comentar

O presidente Jair Bolsonaro nesta sexta feira dia(16) afirmou que poderá passar neste ano pela quinta cirurgia, o motivo se deve pelo atentado a faca que sofreu durante a campanha eleitoral de 2018 em Juiz de Fora. Questionado sobre a cirurgia por um apoiador na entrada do Palácio da Alvorada, Bolsonaro respondeu que vai operar de uma hérnia.

“Tá muito curioso, cara. Eu tô ficando muito barrigudo aqui. Será que não vai ser lipoaspiração? Pega mal, né? Botox… É ou não é? Talvez, neste ano, mais umazinha. Mas é tranquilo, de hérnia. Eu tenho uma tela aqui na frente, tá saindo o bucho pelo lado. Então tenho que colocar uma tela do lado também”.

Após a facada a primeira cirurgia foi realizada no mesmo dia, em um hospital de Juiz de Fora. Cinco cirurgiões e dois anestesistas participaram da intervenção. Bolsonaro precisou receber quatro bolsas de sangue durante o procedimento, e teve também uma bolsa de colostomia implantada.

Após alguns dias, no hospital Albert Einstein, em São Paulo, o presidente passou por uma segunda cirurgia. Os médicos reabriram o corte da primeira cirurgia e encontraram uma obstrução em uma alça do intestino delgado, na parte esquerda do abdômen.

O presidente voltou para a retirada da bolsa de colostomia e ligamento do intestino no hospital Einstein em janeiro de 2019. Em setembro, sofreu a quarta intervenção, no hospital Vila Nova Star, em São Paulo, para corrigir uma hérnia (saliência de tecido) que acabou surgindo no local das intervenções anteriores. Os médicos implantaram uma tela de polipropileno para correção da hérnia.

Presidente Bolsonaro no ano passado, se submeteu a outras duas cirurgias, mas sem relação com o episódio da facada. Em janeiro fez um procedimento utilizado por homens que não desejam mais ter filhos, uma vasectomia. E em setembro passou por outra cirurgia para retirar um calculo da bexiga.

Comentário do usuário