Paulo Gustavo morre aos 42 anos, vítima da Covid-19

New York Times 05/05/2021 Relatar Quero comentar

Nesta terça-feira (4), no Rio de Janeiro, o ator  Paulo Gustavo  morreu aos 42 anos, por complicações da covid-19. O artista estava internado desde o último dia 13 de março em um hospital particular na capital fluminense.  Criador da personagem Dona Hermínia e um dos humoristas mais populares e admirados do Brasil, ele estava internado desde 13 de março. No domingo, horas após acordar e interagir com o marido, o ator sofreu uma embolia, da qual não conseguiu se recuperar.

A equipe médica explicou que essa medida foi necessária para buscar uma “melhor recuperação da função pulmonar” do ator, que foi comprometida pelo vírus. Durante esse período, a família do artista usou as redes sociais para pedir orações e agradecer o apoio dos fãs. Em nota, foi informado que “a equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos”.

O histórico do estado de Paulo Gustavo mostrou-se da seguinte forma: O comediante foi intubado em 21 de março, após 8 dias de internação para combater a covid-19. Paulo Gustavo, no entanto, continuou a apresentar piora do quadro respiratório e, no dia 2 de abril, a equipe médica decidiu submetê-lo à terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) na UTI.

Uma técnica também conhecida como pulmão artificial que auxilia na oxigenação do sangue. No dia 4 e, novamente, no dia 9 de abril, o ator passou por procedimentos por via endoscópica (toracoscopia) para corrigir fístulas bronco-pleurais, uma comunicação anormal entre brônquios e pleura, a membrana dos pulmões, que permite o vazamento de ar.

Criador da personagem Dona Hermínia e um dos humoristas mais populares e admirados do Brasil, ele estava internado desde 13 de março. No domingo, horas após acordar e interagir com o marido, o ator sofreu uma embolia, da qual não conseguiu se recuperar.

Comentário do usuário
Você pode gostar