Recém-nascido abandonado encontrado por cão que dava passeio num parque

Jornalista 07/05/2021 Relatar Quero comentar

Um bebé recém-nascido, com escassas horas de vida, foi encontrado por uma cadela de raça husky que dava um passeio num parque em Birmingham, no Reino Unido.

Terry Walsh, estava a passear ‘Hel’, quando vislumbrou o que parecia ser “um cobertor no chão”. ‘Hel’ dirigiu-se imediatamente ao embrulho abandonado, cheirou-o e deu-lhe alguns toques de leve com o nariz. Prontamente o ‘embrulho’ começou a chorar: era um bebé.

Segundo relatou ao Birmingham Live, o homem entrou em pânico e correu para alertar outra pessoa que estava no local, ao mesmo tempo que ligava para a polícia.

“Foi uma sorte, porque a ‘Hel’ é muito meida. Outro cão com um temperamento diferente podia ter puxado o cobertor ou ferido o bebé. Fora que naquele local há raposas e ratazanas enormes. Fiquei em choque. Quem faria uma coisa destas ao próprio filho?”, questiona Terry.

‘Hel’, segundo o dono, nunca sai de perto da criança até a polícia chegar e levar o menino para o hospital. “Parecia que queria adotar o bebé”, recorda.

Entretanto, a polícia inglesa lançou um apelo para tentar chegar à identidade do recém-nascido que, segundo apurou a investigação, foi abandonado logo após o nascimento.

O menino está bem de saúde e aos cuidados dos médicos e enfermeiros que lhe deram o nome de George, uma vez que foi encontrado horas antes de se assinalar o Dia de São Jorge.

“Estamos preocupados com a mãe da criança e queremos garantir que está bem, física e mentalmente. Esta é a nossa única preocupação neste momento. Dar à luz tem os seus perigos e queremos assegurar que a mãe do George recebe a atenção médica que necessita, diz o inspetor a cargo do caso, Neil Hunt.

“Também sou pai, e falo diretamente para a mãe do George: queremos garantir que estás bem. O George está bem e seguro, por isso agora é a tua saúde e bem-estar que é a nossa prioridade. Tu não estás metida em qualquer problema”, garantiu o responsável.

As autoridades divulgaram várias imagens do recém-nascido e pedem também a qualquer pessoa que consiga identificar a mãe de George, para que entre em contacto com a polícia.

Comentário do usuário