Criança chora enquanto toma sua última dose de quimioterapia; aos 9 anos ele venceu o câncer

SÓ MATÉRIAS TOP 10/03/2020 16:25 Relatar

Foram 3 anos de quimioterapias constantes e agora nesta semana ele finalmente fez a última sessão do tratamento com quimioterápicos.

Ashley, mão do menino publicou nas redes sociais a emoção do filho durante o último procedimento.

Ela contou que o filho sempre foi muito forte e estava sempre “com um sorriso no rosto e a cabeça muito alta” após o diagnóstico, quando ele tinha 6 anos, ela frequentava as consultas diariamente.

“Sinto muito, não há som, mas você pode sentir’’ , disse a mãe ao portal de notícias ABC.

Ela também contou que a experiência foi ‘comovente’ e que era ‘absolutamente horrível ouvir as palavras’ seu filho tem câncer ”, mas a experiência trouxe a família e sempre manteve a fé.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.