"Refrigerante tem gosto de sangue", diz paciente com sequelas da covid-19

Amélia 18/09/2020 04:19 Relatar

Logo no início da pandemia no Brasil, em março de 2020, o advogado começou a sentir dores na face e moleza no corpo, mas o desespero veio alguns dias depois, quando ele se deparou com a perda total do olfato. "Passava perfume no punho, levava ao nariz e não sentia nada. Achei que nunca mais fosse voltar a sentir cheiros", relembra Leonam Gomes, de 32 anos, sobre seus primeiros sintomas de covid-19. 

Na época, pouco se sabia sobre a doença. Ao longo dos meses, conforme os casos avançavam pelo mundo, cientistas e pesquisadores da área da saúde verificaram que a anosmia —perda parcial ou total do olfato — tem uma relação direta com a infecção pelo novo coronavírus. "O vírus Sars-CoV-2 entra em contato com receptores da enzima conversora da angiotensina 2, presentes na mucosa olfatória. A partir disso, ocorre um intenso processo inflamatório que dificulta a ação dos receptores do olfato", explica Fabio Pinna, doutor em Otorrinolaringologia pela USP (Universidade de São Paulo) e Coordenador da Pesquisa de Olfato e Degustação do Hospital das Clínicas.

Na maioria dos casos, o sintoma vem acompanhado da ageusia —perda completa da sensibilidade do paladar. E também da parosmia, distorção de cheiros causada pelo crescimento de nervos danificados pela anosmia que tornam o cérebro incapaz de identificar corretamente o que recebe.

"A Coca-Cola ficou com gosto de sabão em pó"

Segundo Pinna as alterações de olfato e paladar afetam muitas pessoas infectadas pelo vírus e não são surpresas. Esses quadros já eram normalmente associados a resfriados, sinusites e lesões na cabeça antes de o coronavírus surgir. Porém, para muitas pessoas que testaram positivo para a covid-19, os sintomas se recusam a ir embora rapidamente, gerando um cenário de incertezas e dúvidas.

De acordo com estudos do Hospital das Clínicas, cerca de 5% dos pacientes infectados não recuperaram o olfato em um período médio de quatro meses. Leonam, por exemplo, voltou a sentir alguns cheiros e sabores após duas semanas dos primeiros sintomas. Mas, mesmo depois de seis meses da infecção, ele faz parte da porcentagem dos que ainda vivem com sequelas da doença.

"Sempre adorei tomar refrigerante, mas após a covid-19 deixei de comprar, porque o sabor é insuportável. A Coca-Cola ficou com gosto de sabão em pó. O frango às vezes tem um gosto de sebo. Passei por alguns médicos, mas ninguém soube ao certo por que isso ocorre, apenas dizem que é um sintoma da doença."

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.