Auxílio emergencial 2021: 1ª a 2ª parcelas podem ser sacadas juntas; entenda

Claudione 12/05/2021 Relatar Quero comentar

Iniciado em abril, o  auxílio emergencial 2021 está sendo encaminhado para o repasse da segunda parcela. Já nas próximas semanas, o governo vai pagar as cotas aos beneficiários aptos ao recebimento, entre eles os desempregados, trabalhadores informais e participantes do Bolsa Família.

No entanto, as datas de pagamento são diferenciadas e levam em conta a categoria do beneficiário. Desse modo, os inscritos no auxílio por meio do Cadastro Único, site e aplicativo, recebem a parcela pela Poupança Social Digital, no Caixa TEM, primeiro do que os participantes do Bolsa Família. Entretanto, o saque só é permitido no mês subsequente; ou seja, a parcela depositada em maio pode ser sacada somente em junho.

Já no caso de quem é elegível ao auxílio via Bolsa Família pode sacar o valor na mesma data em que a parcela é depositada na conta. Assim sendo, a partir da próxima terça-feira (18) os beneficiários do Bolsa Família cujo Número de Identificação Social (NIS) termina em 1 começam a receber a segunda parcela do auxílio emergencial 2021; o pagamento para esse público vai até o dia 31/05.

Devido às regras mais rígidas para o pagamento do benefício, diversas dúvidas ainda cercam o assunto. No caso de quem não verificou se poderia receber o auxílio emergencial 2021, o governo estabeleceu um prazo para o saque.

Posso receber duas parcelas do auxílio emergencial 2021 ao mesmo tempo?

Comentário do usuário