Marido da Rainha Elizabeth, Corpo de Philip, é colocado no jazigo da família real britânica

New York Times 17/04/2021 Relatar Quero comentar

O funeral do príncipe Philip, que morreu aos 99 anos, aconteceu neste sábado (17) em uma cerimônia reduzida por conta dos protocolos da Covid-19. Despedida foi acompanhada pela rainha Elizabeth II e netos, inclusive o príncipe Harry. O corpo do duque de Edimburgo foi levado para a cripta real. Antes, o corpo do príncipe Philip foi velado na Capela de São Jorge, dentro da propriedade real do Castelo de Windsor, onde ele morava com a rainha Elizabeth II.

Por conta da pandemia de Covid-19 no Reino Unido, apenas 30 pessoas, entre filhos, netos e outros parentes próximos puderam comparecer à Capela de São Jorge. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, já havia antecipado que não participaria do funeral para que mais familiares pudessem acompanhar a despedida presencial. O príncipe Harry, que mora nos EUA, voltou ao Reino Unido e teve que cumprir um período de quarentena.

Essa é a primeira vez que ele volta ao país depois da veiculação da polêmica entrevista que ele concedeu ao lado da esposa Meghan Markle à apresentadora americana Oprah. Markle, a duquesa de Sussex, não esteve presente. Ela ficou nos EUA por recomendações médicas. A esposa de Harry está grávida do 2º filho do casal. Segundo os protocolos sanitários, os convidados tiveram que manter distanciamento durante a cerimônia e usar máscaras de proteção.

O Palácio de Buckingham pediu aos britânicos que não tentassem se aproximar do Castelo de Windsor, próximo a Londres, para evitar aglomerações. O caixão de Philip foi transportado do Castelo para a Capela de São Jorge – um trajeto de cerca de 600m – em um carro Land Rover modificado. O carro com o caixão de Philip foi acompanhado a pé por membros da família real, dispostos ao lado e atrás do veículo.

Ele foi carregado por 8 oficiais da guarda pessoal da rainha, que não tinham autorização para acompanhar a cerimônia de dentro da Capela. Além deles, o reverendo de Windsor e o arcebispo de Canterbury, líder da Igreja Anglicana, fizeram uma saudação especial. Somando, estas 10 pessoas não fizeram parte da contagem oficial de participantes. Durante a procissão, militares realizaram disparos em homenagem ao duque de Edimburgo – que fez parte da Marinha britânica.

Comentário do usuário