Caso Henry: Leniel Borel, pai do menino relata que está no 'fundo do poço' e pede que a justiça de Deus seja realizada:"Por favor, receba meu anjo em teus braços", diz

Carla 14/04/2021 Relatar Quero comentar

Nesta terça-feira (13) Leniel Borel de Almeida, pai do menino Henry relatou que está no "fundo do poço", sofrendo cada vez mais com as informações da morte do filho. Em suas palavras, ele conta que as últimas notícias, acabaram com ele, que cada dia mais ele chega ao fundo do poço , que já não sabe se aguenta mais. Ele diz ainda, Deus, que a sua justiça seja feita, relatou ele numa rede social.

Ele conta ainda, que sempre irá se lembrar do sorriso e alegria contagiante do filho, que era a "personificação do amor". Em suas palavras, ele escreveu filhinho, que sempre o seu sorriso sempre será lembrado, da sua alegria contagiante e a sua personificação de amor. Ele diz ainda, que Henry sempre será a razão da sua felicidade, seu melhor amigo.

O engenheiro destacou ainda, que pede o fim da violência contra as crianças. Em seu pedido, ele diz por favor, que receba o seu anjo em seus bracos. Que ajude a todos a acabar com a violência contra criança. Que em breve estarão juntos com o Senhor, em um lugar que nunca mais existirá morte, nem dor e sofrimento e toda a lágrima sera enxugada.

O menino, foi levado pela mãe e o namorado a uma unidade hospitalar, do RJ na madrugada de 8 de março. Mas de acordo com os resultados do laudo médico, o menino já chegou morto à unidade.  No principio Monique e Jairinho relataram ter se tratado de um acidente doméstico, no qual de imediato foi descartado pela investigação. Ambos estão detidos, desde a última quinta-feira, suspeitos de homicídio duplamente qualificado.

Comentário do usuário