“Casei com a alma dela”, diz marido de modelo que teve 60% do corpo queimado e se recusa a deixá-la

News Border 25/02/2021 Relatar Quero comentar

Turia Pitt é uma mulher com uma grande história de vida. Por muitos anos ela foi modelo e, segundo o seu site, trabalhou como engenheira de minas. Também sempre foi muito ligada ao esporte, e participava de eventos esportivos.

Em 2011, aos 24 anos, ela sofreu uma grande reviravolta em sua jornada quando competia em uma ultramaratona. No meio da competição, Turia foi pega por incêndio e teve 65% do corpo queimado. O acidente também fez com que ela perdesse 7 dedos, e precisasse de mais de 200  procedimentos médicos, passando por dois anos de recuperação.

Como se pode imaginar, esse não foi um período fácil de sua vida. Perceber que a sua realidade se transformou do dia para a noite e que não era mais quem costumava ser quando se olhava no espelho pode ser algo realmente assustador.

No entanto, Turia não permitiu que os seus problemas se tornassem mais fortes do que ela. Dando um exemplo incrível de força, amor-próprio e superação, ela deu a volta por cima, e conseguiu mudar a sua realidade para melhor.

Ela já escreveu três livros best-sellers, treinou mais de 40.000 através de cursos digitais, continua participando ativamente de esportes, e dedica uma grande parte de sua vida a ajudar as pessoas a se sentirem mais felizes.

No entanto, não é apenas a sua vida profissional que caminha muito bem. Turia também é muito bem-sucedida em sua jornada pessoal, e muita das conquistas que alcança é porque tem um grande parceiro ao seu lado, que esteve com ela nos momentos mais difíceis de sua vida.

Michael Hoskin é seu companheiro desde antes do acidente, e quando sua vida mudou completamente, ele fez questão de permanecer ao seu lado, deixando claro que mais importante do que qualquer mudança física, é a conexão que compartilham.

Comentário do usuário