Cassaro recua de novo na ideia de abrir comércio, segue decreto de Dória e pede desculpas a comerciantes

junir1988 12/04/2021 Relatar Quero comentar

Celebrações religiosas seguem proibidas, mas o futebol profissional poderá voltar

O prefeito Ivan Cassaro recuou mais uma vez - a segunda - na proposta de flexibilizar as regras da cidade de Jaú e liberar a abertura do comércio. Não foi desta vez que as lojas poderão abrir as portas. Cassaro publicou novo decreto municipal estendendo até o dia 18 de abril a quarentenna com medidas restritivas, exatamente como fez o governador João Dória algumas horas mais cedo.

Houve um "avanço" da fase Emergencial para a fase Vermelha, mas alguns setores continuam sem poder trabalhar. O decreto da Prefeitura de Jahu segue o ritmo do Estado, mesmo, segundo o prefeito, ter números de fase Amarela para Verde. A cidade chegou hoje a 401 mortes, com 12 em abril, contra 81 de março e 156 de fevereiro. Também tem ocupação de leitos menor do que os três primeiros meses do ano, mas ainda está longe do nível de novembro - 72 internados na Santa Casa hoje, contra 1 em meados de novembro.

Em , Ivan Cassaro diz que os números de Jaú melhoraram muito com a adesão da população nos últimos meses. Apontou que Jaú acolhe pacientes de fora e isso faz os números mostrarem um cenário ruim na cidade - na verdade, a Santa Casa de Jahu é hospital de referência do SUS e tem obrigação de receber pacientes. Os leitos comprados pela Prefeitura de Jahu só são usados por jauenses.

"Estou muito sentido com isso", diz ele, sobre o fato de Jaú continuar na fase Vermelha. "A cidade está hoje sem óbito e com poucas internações." O objetivo dele na próxima semana é conversar com o governo do Estado para expor a situação diferenciada de Jaú e tentar reverter. Na verdade, trabalho nesse sentido já foi feito, mas não surtiu efeito.

"Não concordo de forma alguma a gente manter o comércio nosso na forma como está. Estamos desde janeiro, pai de família, com aluguel para pagar, água, escola, comida, e não tem emprego e a renda. Peço perdão para todos os comerciantes e funcionários que estão sofrendo com isso, mas estou lutando para reverter a situação", completou o prefeito. Faltou pouco para chorar e deixar mais dramático o discurso.

FASE VERMELHA

Celebrações religiosas seguem proibidas, mas o futebol profissional poderá voltar neste fim de semana com novos protocolos e após as 20h.

Lojas de materiais de construção voltam a funcionar, já que são essenciais. A entrada e horário de funcionamento do comércio e serviços devem ser escalonados. Toque de recolher segue das 20h as 5h. Resumindo: somente serviços considerados essenciais funcionam com atendimento presencial.  

O prefeito revogou parte do Artigo 12 do Decreto n°7.673 de março de 2020, que adiava reuniões, sessões e audiências, e suspendia todos cursos, oficinas e eventos promovidos pelo município. Ainda revogou o §2° do Artigo 15 e suas orientações, que expedia recomendações gerais à população, contemplando medidas protetivas.  

Comentário do usuário