Cloroquina em casos leves deve ser responsabilidade do médico

Só matérias boas 08/04/2020 14:16 Relatar

O ministro da saúde afirmou que não  vai mudar o protocolo antes de evidências científicas robustas sobre a segurança e a eficácia dessa droga para pacientes leves.

Em resposta aos pedidos que liberem o amplo uso da cloroquina e a hidroxicloroquina como tratamento e até pra estar se prevenindo do Covid-19, o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), afirmou nesta terça feira a pasta que recomenda o uso desses dois produtos em pacientes em estado já bem grave ou crítico. Ele também disse que não vai haver mudanças no protocolo antes que as evidências científicas mais compostas sobre a segurança e eficácia da droga para pacientes leves, mas observou que os médicos sempre puderam estar receitando o tratamento e assumindo os riscos e responsabilidades.

Mandetta diz que já liberou cloroquina e hidroxicloroquina para pacientes mais críticos, aqueles que estão nos CtIs, quanto a qualquer paciente que está no hospital. Esse medicamento já é entregue e já tem protocolo. Ainda estamos analisando para casos anteriores aos leves, que é aonde pode  haver algum tipo. Mas ainda existe uma dúvida por conta dos efeitos colaterais.

Esse medicamento pode ser prescrito por um médico para casos mais leves, como reafirmou o ministro da saúde. No fim do mês de março, a Anvisa determinou que a venda dessas drogas só pode ser vendidas com receita branca especial em duas vias. Essa medida vai estar evitando o desabastecimento nas farmácias dos fármacos, usados também para tratamento de pacientes com malária e outras doenças.

No momento, o que a gente faz é disponibilizar o remédio para pacientes de gravidade media e já avançada. Mandetta também diz que o órgão está acompanhando os estudos clínicos com medicamentos que podem servir contra o vírus, entre eles estão a cloroquina e a hidroxicloroquina. Também estão sendo testadas a combinação de hidroxicloroquina com azitromicina, interferon beta b1, entre outros produtos.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.