Famosos reprovam pronunciamento de Bolsonaro, o chamam de genocida e pedem sua saída

Tio Patinhas 25/03/2020 14:38 Relatar

Celebridades pedem para fãs que concordam com presidente deixarem de segui-los

Monica Iozzi, Alinne Moraes, Fabíula Nascimento e outros Artistas se manifestaram ontem (24) furiosos com as palavras  do presidente  Bolsonaro, que criticou o fechamento de colegios para enfretar o coronavírus, atacou governadores e culpou avmidia pelo que considera clima de desespero instalado no país.


Muitos artistas pediram a saída do Bolsonaro pela hashtag #ForaBolsonaro

Monica Iozzi publicou uma imagem do presidente no esgoto e escreveu: "Somos governados por um homem desequilibrado, incompetente e que não dá a mínima para a vida humana. A sanidade mental do Bolsonaro  tem que ser contestada".

O ator João Vicente também filmou um vídeo dizendo que "jamais vou entender" os motivos pelos quais muitas pessoas votaram em Jair Messias Bolsonaro.

"A virús que ele tá falando, é aquele que está empilhando corpos na Itália, que fez a França fechar suas portas, aquele que fez o Reino Unido parar, que fez a China parar, o planeta inteiro parar. Porque o planeta inteiro sabe que o afastamento social é a única forma de tentar controlar o que já é praticamente incontrolável. [...] 

Bianca Bin e Claudia Abreu foram além e disse que "se você está de acordo com o que foi dito por Bolsonaro no pronunciamento de hoje, por favor deixe de me seguir".

A atriz Alinne Moraes publicou o vídeo do pronunciamento do presidente e se mostrou chocada. "Ordem e Progresso do Corona". Ela voltou a usar o #EleNão, usado pelos críticos de Bolsonaro na campanha.

"O discurso de hoje ficará marcado como o mais irresponsável e mentiroso da nossa história. Estou postando isso aqui pra que meus netos saibam que vovô não se calou: #BolsonaroGENOCIDA ! Deus nos ajude. O meu Deus, não o deles", desabafou o ator Paulo Vieira.

Fabíula Nascimento e Luis Lobianco pediram que os fã que concordem com o que foi dito por Bolsonaro deixem de seguí-los. "Ato de um genocida irresponsável e aqui não há espaço para esse tipo de cumplicidade".

"E em meio ao caos público mundial de saúde, este homem convoca o comércio a reabrir e as crianças a voltarem a escola. Aflitivo mesmo é ter este tipo como (des)representante do Poder Executivo, seus ministros que não conseguem responder qualquer questão, seus gabinetes do ódio. É não somente ignorante quanto absurdamente arrogante o “pronunciamento” despreparado deste ser asqueroso: exalta e desqualifica médicos e imprensa na mesma fala. Não diz nada. Desdiz. Ele parece que goza em meio ao caos viral, ele mesmo como um tipo de agente infeccioso, uma espécie menos evoluída", escreveu Jesuíta Barbosa.

Muitos artistas também se mobilizaram para que a população permaneça em casa, apesar da fala de Bolsonaro. Foi o caso da atriz Leandra Leal, que escreveu no Twitter: "Fiquem em casa! Não passem esse vírus para quem você ama. Seja responsável".

Teve também famosos  que se manifestou a favor do Bolsonaro , como o cantor Netinho. "PQP, esse é o Bolsonaro que eu conheço, no qual eu votei, e que está levando o Brasil ao lugar que é dele no mundo!"

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Recomendações relacionadas

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade: Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Digite seu motivo de relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.