Jumento atingido por avião com vacina não resiste aos ferimentos e morre

Carlosandre1055 04/03/2021 Relatar Quero comentar

 

Um dos jumentos envolvidos em um acidente com um avião da Casa Militar do governo da Bahia, ontem (3), na cidade de Ibotirama, no oeste do estado, não resistiu aos ferimentos e morreu. As informações são do UOL.

A informação foi confirmada pela 28ª Companhia Independente de Polícia Militar da Bahia, localizada em Ibotirama. A aeronave levava doses de vacina contra a covid-19 quando ocorreu o acidente, logo após pousar na pista do aeródromo da cidade.

Segundo a PM, que acompanhou a situação, o animal morreu ainda no local. O outro jumento que também estava na pista sobreviveu. O UOL não conseguiu falar com a prefeitura da cidade na manhã de hoje (4). O prefeito da cidade, Laércio Santana, divulgou um vídeo nas redes sociais em que lamenta o acidente e afirma que irá buscar a proteção do entorno do aeródromo.

"Os donos de animais soltos e/ou abandonados estão sendo notificados e os animais recolhidos. As medidas cabíveis serão tomadas e estamos buscando a reforma nas cercas do aeroporto, uma vez que os arames colocados na última reforma foram subtraídos mais uma vez", disse ele, na publicação.

O prefeito também pediu para que a população não use a pista para fazer caminhadas e não deixem os animais soltos, para evitar novos acidentes. "Graças a Deus, fugimos de uma tragédia, mas precisamos atender à responsabilidade que cada um de nós temos", declarou.

AcidenteA PM informou ontem que, com o acidente, a hélice esquerda do avião foi danificada e a aeronave foi projetada para fora da pista. A Sesab (Secretaria da Saúde da Bahia) comunicou, por meio de nota enviada ao UOL, que as caixas com as vacinas não foram danificadas.

Outra aeronave foi encaminhada para dar suporte e não houve interrupção na entrega das vacinas. Os imunizantes transportados são destinados às cidades de Ibotirama, Santa Maria, Barreiras e Guanambi.

Comentário do usuário
Você pode gostar