‘Perdi tudo o que eu tinha’, diz mãe de adolescente morta por padrasto no PR

News Border 10/03/2021 Relatar Quero comentar

A adolescente Maria Eduarda Hoffman, de 16 anos, foi morta a facadas pelo padrasto enquanto dormia, no sábado (6), em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Sua mãe, Jane Maria Hoffman, disse ao G1 que a filha era “tudo na minha vida, eu perdi tudo o que eu tinha".

Segundo a polícia, o autor do crime, José Altamiro Gomes da Silva, de 56 anos, não aceitava a separação da mãe da vítima e por isso cometeu o crime. Ele morreu horas depois do assassinato em um acidente de trânsito, em Cascavel, também na região oeste do Paraná.

Ao G1, Jane disse que a filha sonhava em cursar direito para ser juíza, mas que seus planos foram interrompidos. “Ela lia muito, gostava muito de ler, gostava de ir ao cinema no tempo livre dela. Sempre que podia, ficava comigo. Meu deus do céu, ela era tudo na minha vida, eu perdi tudo que eu tinha”, disse a mãe da adolescente.

Jane contou à reportagem que ela e José estavam em processo de separação desde janeiro deste ano, mas ele não queria ir embora da casa enquanto a casa que moravam não fosse vendida.

Comentário do usuário
Você pode gostar