SP: Ex-vereadora travesti foi morta por disputa de liderança, diz polícia ..

ana sousa 17/04/2021 Relatar Quero comentar

Dia 7 de abril três pessoa cometeram um crime, e ex vereadora Madalena Leite com idade de 64 anos foi encontrada pela polícia civil de Piracicaba cerca de (138 km da cidade de São Paulo), dentro da sua própria casa. Madalena foi eleita a primeira travestir para ocupar o cargo de vereadora na câmara municipal da cidade.

Está sendo apurado a possível relação entre dois presos que teriam cometido um outro homicídio na cidade. E também uma disputa que estava tendo pela liderança comunitária de um bairro chamado Vila Sônia. Durante a veriguação de uma denuncia de tráfico de drogas no fim de semana passada foram presas três pessoas, isso segundo a Juliana Ricci da divisão especializada em investigações criminais (DEIC).

chegando na casa de um dos suspeitos a polícia encontra roupas muito semelhantes as roupas da Madalena, eles começaram a desconfiar pq as roupas pareciam não pertencer ao suspeito. Eles aprenderam lenço, roupas e algumas jóias, o familiar reconheceu e afirmou que não estavam sabendo que ela tivesse dado alguma roupa dela pra ninguém, Ricci comentou que foi ali que tirou o fio do caso.

Apesar que teve a prisão preventiva a indentidade dos detidos não foi divulgada. Em busca de dinheiro, roupas e jóias os comparsa armaram uma armadilha, chamando a ex-vereadora e quando ela atendeu o chamado o segundo segurou e o terceiro comparsa entrou na residência para roubar. Mesmo Madalena ter conseguido se soltar um dos deles atingiu ela com vários golpes em sua cabeça com um facão.

A delegada da DEIC afirmou que ainda vão acolher ainda mais novos depoimentos do homem que matou Madalena, que era conhecido como uma espécie de líder comunitário e os dois tinha tido desavenças por contra disso. Por isso vão apurar mais para entender mais a fundo o acontecido.

Comentário do usuário