Aos 15 anos, influencer Kaique Brito diverte as redes e irrita Bolsonaro: 'Um absurdo o presidente bloquear as pessoas'

Filomena 16/06/2020 00:57 Relatar

Não é de hoje que o presidente Jair Bolsonaro tem o hábito de bloquear em seu Twitter jornalistas que criticam sua gestão à frente do Governo Federal. Mas na semana passada, um “cancelamento presidencial’’ chamou atenção nas redes: o jovem influenciador Kaique Brito, de 15 anos, conhecido dos internautas por compartilhar vídeos irônicos com dublagens de falas controversas de políticos e anônimos, entrou para a lista de desafetos do mandatário da nação. A ação, é claro, foi tratada com ainda mais deboche pelo estudante da periferia de Salvador, na Bahia.

— Fico me perguntando o que se passa pela cabeça do presidente. Sou um adolescente de 15 anos. Que mal eu poderia fazer para ele? Assim como outros usuários do Twitter e do Instagram, faço comentários nas postagens e algumas dublagens dos discursos dele. Eu não lembro o que ele escreveu, mas eu comentei: “Aleluia, arrepiei’’ (frase usada por Rafa Kalimann dentro da casa do “Big Brother’’). E ele, simplesmente, me bloqueou. Sinceramente, acho um absurdo o presidente bloquear as pessoas de sua rede social. Se eu pudesse conversar com ele, falaria para levar mais a sério o cargo que ocupa e o mandaria ir trabalhar. Porque não é possível que no meio de uma pandemia ele esteja se comportando como um adolescente inconsequente — opina Kaique.

Filho de uma pedagoga e de um DJ, o jovem começou a fazer vídeos por diversão com um primo, quando tinha apenas 9 anos. Eles dublavam músicas de artistas conhecidos, mas não postavam nas redes sociais:

— Só no final de 2015, quando descobri o aplicativo de dublagem Musical.ly, que posteriormente virou o famoso TikTok, que comecei a postar as brincadeiras. Mas nessa época, o conteúdo não envolvia política.

Em junho do ano passado, porém, depois de começar a se interessar por questões sociais, Kaique tomou coragem e republicou no Twitter um vídeo que mudou sua vida. Nas imagens, ele dublava uma menina que reclamava que o combate ao racismo prejudicava as pessoas brancas.

— Eu tinha menos de 100 seguidores. E, poucas horas depois, Felipe Neto, Bruno Gagliasso, Maísa e milhares de anônimos passaram a me seguir e a compartilhar o vídeo (que está perto de bater a marca de 3 milhões de visualizações). Imagina chegar num evento e a Gretchen e a Maísa virem cumprimentar e falar que conhecem você? Isso é incrível! — relembra ele, que apesar de ter mais de 421 mil seguidores em suas redes (Twitter, Instagram e TikTok), ainda não conseguiu faturar com a fama: — Fiz poucos trabalhos por causa da idade. Mas quando eu completar 16 anos, vai ficar mais fácil. Já tenho até uma agência que está cuidando disso.

 

O primeiro projeto dele é comprar um computador para trabalhar com audiovisual:

— Não tenho interesse em entrar para a política, apesar de partidos postarem o que faço. Prefiro fazer minha crítica bem-humorada nas redes.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.