Idoso é preso por VIOLAR a neta na véspera do aniversário dela; detalhes!

Pradoo 30/09/2020 08:36 Relatar

Idoso foi condenado a oito anos de prisão em regime semiaberto

Um homem de 62 anos foi preso, no último domingo (27), pelo estupro da própria neta , na véspera de seu aniversário de 9 anos. O crime aconteceu em junho de 2013 na Tijuca, Zona Norte do Rio. No entanto, a prisão só foi decretada na semana passada, após ele ser condenado em segunda instância pelo crime de estupro de vulnerável.

O homem foi capturado pela PM de Minas Gerais na cidade de Capitólio. Dias antes, ele havia fugido do Rio ao saber que havia um mandado de prisão em seu nome.

A denúncia contra o homem foi feita por sua própria filha , mãe da vítima. A professora, hoje com 35 anos, testemunhou os abusos, que aconteceram na casa do homem, e procurou a polícia. De acordo com a investigação, da 19ª DP (Tijuca), mãe e filha foram fazer uma visita ao avô na véspera do aniversário da criança.

Foi a própria menina que pediu à mãe para ir ao local, pois queria brincar com a filha adotiva do avô — três anos mais velha que ela. Na casa, moravam o avô, sua filha adotiva e sua mulher.

À polícia, a mãe relatou que, de noite, após beber um suco de uva oferecido por seu pai, ficou sonolenta e adormeceu no sofá da sala. A mulher afirmou ter acordado por volta das 3h, ao ouvir os chamados da filha : "Não, não, para! Mãe!".

A professora, então, foi até o quarto da casa e viu "seu pai com o pênis para fora abraçado com sua filha, bolinando as pernas e com as mãos nos seios" da menina, conforme contou na delegacia. A mãe, então, começou a gritar , perguntando o que estava acontecendo. Nesse momento, chegou ao quarto a mulher do avô, dizendo que não tinha acontecido nada e que a mulher deveria estar sonhando.

A professora conseguiu puxar a criança e, ameaçando fazer um escândalo no prédio, obrigou o pai a abrir a porta. A criança passou o dia de seu aniversário entre o hospital e a delegacia, registrando ocorrência contra o avô.

"Finalmente, a prisão saiu. Agora, ele não vai mais poder fazer outras vítimas . É muito triste ouvir a sua própria filha perguntar: 'Mas ele não é meu avô? Ele não devia me proteger?'", conta a filha do idoso.

O homem — condenado a oito anos de prisão em regime semiaberto — foi localizado após vizinhos denunciarem à polícia que ele havia alugado um carro para fugir. A placa do veículo foi passada à agentes da 19ª DP, que começaram a buscá-lo. Após ser preso, o idoso foi encaminhado ao Presídio de Guaxupé, no interior de Minas.

Atualmente, ele é investigado por outros estupros de menores ao longo da última década. Várias das vítimas eram seus parentes.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.