Emocionante: Jovem de 26 anos realiza seu maior sonho antes de morrer

ErickB72 19/03/2021 Relatar Quero comentar

A vida é uma caixinha de surpresas e a história de Adarlele Ribas de Andrade, de 26 anos, mostra que devemos valorizar os dias e buscar ter um olhar positivo nas mais diversas situações. Adarlele venceu um câncer na infância e, desde 2018, lutava contra outro tipo câncer raro que atinge os ossos. Em 2020, ela conheceu Ruan Pablo de Lara, de 28 anos. Eles começaram a namorar e logo ficaram noivos.Após meses de relacionamento, os dois decidiram se casar em dezembro do ano passado, mas, por conta da pandemia, a cerimônia acabou sendo adiada.Neste mês, em 6 de fevereiro, ela conseguiu realizar o grande sonho e tudo aconteceu conforme tinha planejado. A celebração foi realizada em sua cidade natal, União da Vitória (PR), a 240 km de Curitiba e estava repleta de amigos e familiares.

O casal sabia que tinha pouco tempo juntos, uma vez que a doença era terminal e, por isso, Ruan e Adarlele aproveitaram cada segundo.  A noiva entrou na igreja de cadeira de rodas, mas chegou a se levantar. Uma cena emocionante.

A Prefeitura de União da Vitória também disponibilizou uma ambulância para ficar de prontidão, em caso de emergência.Ruan conseguiu concretizar o sonho de Adarlele, mas, quatro dias depois da cerimônia, ela teve uma piora no quadro de saúde, precisou ser hospitalizada e, após seis dias, não resistiu e veio a óbito.

A vida é passageiraA história de Adarlele só reforça o quanto a vida é um sopro e pode terminar, muitas vezes, sem aviso prévio. Então, pensando nisso, o que realmente importa, se tudo é passageiro?Se hoje fosse nosso último dia, como estaria nosso interior? Cheio de mágoas, rancores, desavenças ou repleto de paz e harmonia?As pessoas normalmente não gostam de pensar na morte, mas ela é a certeza da vida e, certamente, virá para todos. O temor da morte é algo inerente ao ser humano, e você não está sozinho.

Só que é fato que tudo é passageiro (conquistas, bens materiais, beleza etc) e, cedo ou tarde, vai acabar.  Por isso, é importante colocar na balança as atitudes e analisar como se tem levado os dias, como andam os relacionamentos, a saúde física, emocional e, sobretudo, espiritual.Assim, já sabendo que a vida terrena tem um começo, meio e fim, o melhor a fazer é buscar entender o nosso propósito e lutar por ele.Não vale a pena perder tempo com picuinhas... Quanto aos problemas, todos os dias os enfrentamos, nos dias bons talvez menos, nos dias difíceis, mais.Mas, a vitória ou a derrota diante dos embates se dá na forma como reagimos a eles. Porque aqueles que renovam suas forças a cada dia são os que permanecerão lutando e jamais desistirão de seus sonhos e objetivos. Já os que só reclamam e acumulam sentimentos ruins, serão facilmente derrotados.

Em qual desses dois grupos você está?

Comentário do usuário