Viúva condenada pela morte do marido ganhador da mega sena, vai para o semiaberto e passa fim de ano em casa

Carlosandre1055 30/12/2020 Relatar Quero comentar

Na decisão, Adriana Ferreira Almeida é apontada como dona de uma "conduta disciplinar abonadora".

Mais conhecida como viúva da Mega-Sena, Adriana Ferreira Almeida conseguiu progressão de regime fechado para o semiaberto e recebeu autorização para passar o Natal com a mãe, no Rio de Janeiro.

Na decisão da juíza Roberta Barrouin Carvalho de Souza, que garantiu à ex-cabeleireira o benefício, Adriana é apontada como dona de uma “conduta disciplinar abonadora”. Em documentos anexados ao processo, o comportamento dela dentro da cadeia é definido como “ótimo”.

Essa é a primeira vez que Adriana recebe o benefício. Ao longo de um ano ano, ela tem direito a cinco saídas da cadeia para visitar a família.

Em setembro do ano passado, esgotaram-se os recursos possíveis e Adriana foi condenada definitivamente pelo assassinato de René Senna. Presa desde junho de 2018, ela recebeu 20 anos de prisão por ser mandante do assassinato do milionário René Senna, em janeiro de 2017.

Ex-lavrador, Senna foi executado a tiros por dois homens contratados pela mulher. Segundo a sentença, ela ordenou a morte do marido após ele ter ameaçado excluí-la do testamento ao descobrir uma traição.

O documento que a beneficiava já foi anulado por decisão da Justiça, mas a herança segue objeto de disputa entre a filha e 13 irmãos da vítima.

Comentário do usuário