TERRÍVEL: Polícia procura homem que fez amigo cavar fossa e depois o assassinou

Notícias web 18/11/2020 Relatar Quero comentar

No dia do homicídio, José Maria teria chamado o amigo para ele ajudá-lo a cavar uma fossa em uma chácara onde o suspeito trabalhava como caseiro. Quando o buraco já tinha cerca de três metros de profundidade, os três homens começaram a jogar blocos de cimento em Luizinho, que logo após foi enterrado. Segundo Kopke, não é possível saber se a vítima ainda estava viva nesse momento — embora, disse ele, fosse "provável que sim".

O fato de não conseguir precisar se a vítima estava morta ou não quando foi jogada na fossa está ligado ao tempo que o corpo permaneceu no local sem ser descoberto - seis meses, ou seja, já estava em estado avançado de decomposição. A polícia chegou ao lugar depois desse período após uma denúncia anônima, que dava conta de que havia um corpo enterrado em uma chácara.

Ainda segundo informações dadas na coletiva, Luizinho considerava José Maria como "um irmão". O suspeito do crime prestava serviços diversos pela vizinhança, como pintura e construção.

Comentário do usuário
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.