Globo migrará todo seu conteúdo para a nuvem do Google

Theonnikezzia 07/04/2021 Relatar Quero comentar

A Globo anunciou nesta quarta-feira (07) uma parceria com o Google, em que ela transferirá todo o seu conteúdo para a nuvem do Google Cloud, divisão de cloud computing da gigante das buscas. Isso inclui também os produtos e serviços digitais, tais como Globoplay e família G - G1, GE.com e Gshow.

A parceria estratégica terá duração de sete anos. Nela, a Globo informou que utilizará a experiência do Google em gerenciamento de dados, inteligência artificial (IA) e machine learning (ML), assim como sua infraestrutura global escalável do Google Cloud. A Globo afirma que a união vai ao encontro de seu recente processo de transformação digital, sua reestruturação com foco em entregas direct-to-consumer e sua jornada para tornar-se uma empresa mediatech.

O acordo também tem impacto direto no media supply chain da empresa de comunicação, sendo que a migração para a nuvem do Google se dará por etapas relevantes dos processos de produção e distribuição do seu conteúdo. Para impulsionar a inovação contínua, uma das prioridades do contrato é a otimização das plataformas tecnológicas da Globo, que deve gerar em médio prazo novas oportunidades de negócios.

“Nos últimos anos, mergulhamos profundamente em nossos processos, para que a empresa estivesse de fato preparada para os muitos desafios do futuro. Esta parceria estratégica para a Globo, que sintetiza alguns dos principais pilares da nossa transformação, como foco no público, gerenciamento de dados, parceria para inovação e novos modelos de negócios", explica Jorge Nóbrega, presidente-executivo da Globo. "Neste sentido, acreditamos que o Google Cloud nos oferece a melhor solução para enfrentarmos esses desafios, trazendo inovação e também ganhos de escala e de eficiência para a nossa operação”.

O que a Globo migrará para a nuvem do Google? 

A parceria entre Globo e o Google e seus serviços na nuvem englobará

Migração de 100% dos seus centros de dados à nuvem do Google, habilitando escala na produção e distribuição de mídia, lançamento de novos canais, entre outras iniciativas;

Transferência de conteúdo para a nuvem do Google, além de produtos e serviços digitais, tais como Globoplay e família G - G1, GE.com e Gshow;

Otimização, modernização e unificação suas plataformas por meio de uma arquitetura tecnológica baseada na nuvem, escalável e flexível, que servirá como coluna vertebral para todos os serviços e produtos do conglomerado de mídia;

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário
Você pode gostar