Saques do auxílio emergencial voltam nesta segunda; veja o calendário da semana

Claudione 09/05/2021 Relatar Quero comentar

Os saques do auxílio emergencial vão voltar a serem pagos nesta segunda-feira (10). Desta vez, os nascidos em julho poderão se beneficiar com a medida.

Ao todo cinco grupos devem ter o saque do auxílio emergencial nesta semana. Os beneficiários terão os saques liberados, respectivamente, na segunda-feira (10), terça-feira (11), quarta-feira (12), quinta-feira (13) e sexta-feira (14).

A autorização é direcionada a desempregados, autônomos e informais que não recebiam o Bolsa Família. Aqueles que antes participavam do Bolsa Família puderam sacar o dinheiro no mesmo dia do pagamento da primeira parcela.

A liberação para o saque do auxílio emergencial acontece após o término de pagamento da primeira parcela para todos os grupos, o que aconteceu na quinta-feira (29).

Calendário de saque do auxílio emergencial 2021:

Nascidos em julho: 10 de maio (era 20 de maio) Nascidos em agosto: 11 de maio (era 21 de maio) Nascidos em setembro: 12 de maio (era 25 de maio) Nascidos em outubro: 13 de maio (era 27 de maio) Nascidos em novembro: 14 de maio (era 1º de junho); Nascidos em dezembro: 17 de maio (era 4 de junho);

Antecipação do saque:

O saque do auxílio emergencial antes só começaria em maio, porém, de acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a antecipação foi vista como algo viável.

Guimarães também não descartou a possibilidade de adiantar o saque das próximas parcelas do auxílio emergencial, porém destacou que é necessário aguardar as próximas dinâmicas de pagamento.

Mesmo com o saque liberado, algumas pessoas já tinham conseguido sacar o dinheiro por meio de um truque. 

Valor do auxílio emergencial 2021

O valor do benefício apresenta três variações, mas os valores são  R$ 150, R$ 250 ou R$ 375.

Para quem mora sozinho, o auxílio emergencial 2021 será pago no valor de R$ 150. Famílias que não são de apenas um indivíduo e que não são chefiadas por mulheres sozinhas terão direito a um auxílio emergencial 2021 de R$ 250. Já nos casos de mulheres chefe de família o valor pago será de R$ 375.

Ao todo é estimado que estejam garantidas 4 parcelas para população, ou seja, o benefício irá até julho.

O auxílio emergencial foi possível graças a PEC Emergencial, que liberou 44 milhões fora do teto de gastos para o pagamento do benefício.

“Auxílio da fome”, diz Dieese

O novo valor do auxílio 2021 é insuficiente e, de acordo com os cálculos do Dieese, o poder de compra de uma família com dois adultos e duas pessoas está reduzido. Será possível comprar apenas com o dinheiro menos de meio bife por dia, menos de meio copo de leite, uma concha e meia de feijão e três colheres de arroz. Mais um tomate, meia batata e um pão e meio. E uma banana.

“Como facilmente se conclui dos dados, o novo auxílio não terá a menor condição de garantir segurança alimentar”, diz o Dieese. “Por isso, pode-se considerar que este auxílio é de fome”, completa.

Comentário do usuário