Guia do NOVO AUXÍLIO EMERGENCIAL 2021: 10 Principais DÚVIDAS – Valores, Quantas pessoas podem receber, Vou perder o Bolsa Família e muito mais…

Claudione 22/03/2021 Relatar Quero comentar

A Medida Provisória (MP nº 1.039/21) foi finalmente lançada pelo Governo Federal. Para facilitar a sua vida, a nossa redação destrinchou o documento e montou uma reportagem especial com o melhor Guia do Novo Auxílio Emergencial 2021. 

Confira quais são as 10 principais questões sobre a prorrogação do benefício e saiba quando você vai começar a receber. Evite qualquer problema e saiba exatamente como fazer a consulta do benefício. 

1. Quem vai receber o Auxílio Emergencial em 2021?

Vamos começar falando sobre quem vai receber o novo Auxílio Emergencial em abril. De acordo com o Governo Federal, serão um total de 46 milhões de brasileiros e brasileiras recebendo os pagamentos. 

Como aconteceu no ano passado, o foco é para pessoas em situação de desemprego e trabalhadores informais. Confira como ficou a lista de pessoas que vão receber o novo Auxílio Emergencial:

Quem já recebeu o Auxílio Emergencial em 2020; Trabalhadores informais e/ou beneficiários do Bolsa Família; Pessoas com renda familiar mensal de, no máximo, três salários mínimos (R$ 3.300); Pessoas com renda familiar por pessoa de, no máximo, meio salário mínimo (R$ 550); Quem não recebe recursos financeiros de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista (ou de programa de transferência de renda federal), com exceção do Abono-Salarial PIS/PASEP e o Bolsa Família.

2. Beneficiários do Bolsa Família vão receber o novo Auxílio?

Sim! Todos os beneficiários do Bolsa Família que estão de acordo com os outros pré-requisitos de renda vão receber o novo Auxílio Emergencial normalmente. Os pagamentos vão acontecer como em 2020. 

O que isso quer dizer é que quem recebe Bolsa Família vai ficar com o valor maior entre os benefícios. Por exemplo: 

Uma pessoa que recebe R$ 89,00 do Bolsa Família e é aprovada para receber o Auxílio Emergencial vai receber o valor maior (do Auxílio) pelos próximos quatro meses.

3. Como vai ser o Cadastro do novo Auxílio Emergencial

Outra questão muito comum é sobre como fazer o cadastro do novo Auxílio Emergencial. Mas atenção: NÃO vai ser feito um novo processo de cadastramento do benefício. O Governo Federal vai usar os dados que foram processados no ano anterior. 

Ou seja, não vai ter novo período de inscrições do Auxílio em 2021: quem recebe são apenas aqueles que fizeram o cadastro em 2020. Portanto, você deve apenas fazer a atualização do Caixa Tem para não ter problemas nos pagamentos. 

4. Quantas parcelas vão ser pagas do Novo Auxílio? Quais os valores?

Mas então: o novo Auxílio Emergencial vai ter quantas parcelas? A Medida Provisória (MP) confirmou um total de quatro pagamentos que serão disponibilizados entre os meses de abril e julho. 

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário