Governo da BA processará empresário que transmitiu "Coronavírus" para funcionário

NOTICIAS NAS REDES 18/03/2020 05:40 Relatar

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), determinou que a PGE (Procuradoria-Geral do Estado) processe criminalmente um empresário que supostamente violou medida de quarentena e transmitiu o novo coronavírus para um dos funcionários de sua residência, em Trancoso, no município de Porto Seguro (a 743 km de Salvador).

O MPF (Ministério Público Federal) e o MP (Ministério Público) estadual também serão acionados para apurar o caso, informou o governador De acordo com Rui Costa, Claudio Henrique do Vale Vieira teria descumprido recomendação médica ao ter viajado de São Paulo para o litoral baiano, onde participou de uma festa com amigos na semana passada.

O translado, segundo o governador, ocorreu em um jatinho particular. Ao UOL, o empresário rebateu a versão de Rui Costa e negou ter violado recomendações médicas quanto à covid-19 (leia nota mais abaixo). A vítima do suposto contágio seria um homem de 43 anos, cujo nome não foi revelado.

O paciente foi anunciado como o 10º caso de covid-19 confirmado na Bahia, em um balanço divulgado ontem pela Secretaria estadual de Saúde. Até a tarde de hoje, o número de infectados, contudo contudo, já havia subido para 16. "Isso é uma atitude irresponsável, negligente.

Já determinei que a Procuradoria-Geral do Estado abra um processo criminal contra esse empresário, para que ele responda criminalmente por sua postura irresponsável. Vamos denunciar todos que descumprirem (as orientações) no Ministério Público da Bahia e Federal", declarou Rui Costa na noite de ontem, durante uma live transmitida em seu perfil no Facebook.

O procurador-geral do Estado, Paulo Moreno Carvalho, disse ser inconcebível que um cidadão diagnosticado com o vírus desobedeça orientações médicas e o propague de forma "totalmente irresponsável". "Vamos representá-lo ao Ministério Público do Es "Vamos representá-lo ao Ministério Público do Estado a fim de que o MP-BA, que tem a titularidade da ação, possa agir de acordo com seu entendimento e todas as situações semelhantes sejam coibidas, evitando, assim, que haja a transmissão da doença e sua propagação em um ritmo mais acelerado", afirmou "Banho de mar mata qualquer vírus".

Segundo o governador baiano, Vieira reagiu com deboche ao ser abordado por profissionais de saúde que tomaram conhecimento do caso. "Quando a equipe de saúde chegou, ele estava fazendo deboche. Estava de sunga, na praia, com os amigos. Disse: 'o que é que um banho de mar não resolve? Mata qualquer vírus'", relatou Rui Costa, em entrevista coletiva na manhã de hoje "[O empresário estava] Promovendo contato com outras pessoas, de forma criminosa.

Parte do conteúdo do artigo é proveniente da Internet. Se seus direitos de privacidade forem violados, o site será processado o mais rápido possível. Relatar
Artigos recomendados

©2020 didiadidia.com. All Rights Reserved. Sobre nós Política e segurança Termos Privacidade Direitos autorais

Isenção de responsabilidade:Este site opera enviando artigos em tempo real e não assume nenhuma responsabilidade legal pela autenticidade, integridade e posição de todos os artigos. O conteúdo de todos os artigos representa apenas as opiniões pessoais do autor e não é a posição deste Site. Os usuários devem julgar a autenticidade do conteúdo. O autor possui os direitos autorais do artigo publicado neste site. Como este site é restrito pelo modo de operação "publicação em tempo real", não podemos monitorar completamente todos os artigos. Se os leitores encontrarem problemas, entre em contato conosco. Este site tem o direito de excluir qualquer conteúdo e recusar qualquer pessoa a publicar artigos neste site e também o direito de não excluir o artigo.Não escreva palavrões, calúnia, violência pornográfica ou ataques pessoais, seja disciplinado. Este site reserva todos os direitos legais.
TOP
X
Relatar
Use um endereço de e-mail real. Se não pudermos entrar em contato com você, não poderemos processar seu relatório.