Como CONTESTAR o Auxílio Emergencial do Bolsa Família 2021: Valor ERRADO! Como CORRIGIR

Claudione 16/04/2021 Relatar Quero comentar

Após meses de debates e articulações, a extensão do  Auxílio Emergencial em 2021 finalmente começou a ser paga. Os depósitos tiveram início na primeira semana de  Abril, e diversos beneficiários – inscritos ou não no  Bolsa  Família – sofreram com  valores errados e pedidos cancelados.

Mas afinal de contas, como resolver as questões do  Auxílio Emergencial? Como beneficiários do  Bolsa Família podem contestar o depósito de  valores errados? E  até quando inscritos no programa poderão  contestar os resultados? Explicamos tudo abaixo; confira!

Contestar o Auxílio Emergencial 2021 – Erros

As novas  regras para o recebimento do  Auxílio Emergencial são mais  restritivas do que as da concessão do benefício em 2020. Por isso, muitos cidadãos que receberam os pagamentos no ano passado ficaram de fora da nova rodada de pagamentos.

Em  2020, o  benefício ficou disponível para mais de  um membro de cada família. Agora, os créditos só podem ser acessados por um integrante de cada grupo familiar, de preferência o  responsável. Também ficaram de fora pessoas que conseguiram empregos fixos ou que receberam a  última parcela da primeira versão após  dezembro de 2020.

Além do não  recebimento ou  bloqueio do  Auxílio, beneficiários também relataram o recebimento de  valores menores do que os prometidos para cada grupo familiar. Essa reclamação acontece principalmente em inscritos no  Bolsa Família.

Auxílio Emergencial 2021 – Valores

Os valores do  Novo Auxílio Emergencial vão variar de acordo com a  composição familiar de cada beneficiário. Ou seja, inscritos no programa vão receber valores diferentes, referentes a  três perfis estabelecidos pelo governo. São eles:

Pessoas que moram sozinhas (unidades familiares unipessoais) – R$ 150; Casais com ou sem filhos – R$ 250; Mães chefes de família – R$ 375.

Contestar o Auxílio Emergencial 2021 – Passo a passo

Se você teve o  Auxílio Emergencial bloqueado, ou recebe a mensagem “ inelegível” ao entrar na verificação da  Dataprev, é possível que a empresa administradora de dados tenha processado alguma  informação desatualizada. Nesse caso, é possível contestar o resultado; veja abaixo o passo a passo.

Acesse o site consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta; Preencha as informações solicitadas (CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento); Clique no botão “Contestar”; Confira o motivo da ilegibilidade; Clique em “Prosseguir com a Solicitação”

Agora, se você recebeu  valores errados no  Auxílio Emergencial (que não estejam de acordo com a composição de seu grupo familiar) e é beneficiário do  Bolsa Família será preciso entrar em  contato direto com a Caixa por telefones e outros canais de atendimento.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário