Garota de programa é presa após estuprar empresário por cerca de 24 horas, detalhes chocam

Radar News 15/04/2021 Relatar Quero comentar

Esta é uma daquelas notícias que causam perplexidade não só pela brutalidade do crime mas pela frieza da garota de programa Lidia Nayara de Azevedo, de 38 anos. De acordo com as informações repassadas pelo portal de notícias online do jornal ‘Extra’, Lídia e a vítima de 29 anos foi namorado da mulher.

Em depoimento para a Polícia Civil do Rio de Janeiro, o homem relevou que começou a se relacionar com Lidia no final do ano de 2016, mas que o relacionamento era bastante conturbado, marcado por idas e vindas e até registros de agressões com base na Lei Maria da Penha.

A vítima relatou o que houve com ele na 13ª Delegacia de Polícia de Ipanema, que ele foi convidado por Lidia para ir até o apartamento dela com uma promessa de reconciliação, mas que ao chegar no local ela o ofereceu uma bebida ‘batizada’, mais conhecido como ‘boa noite cinderela’ e por isso dormiu por cerca de 24 horas ininterruptas.

O homem que não teve o nome identificado afirmou que foi despertado com seu celular tocando incessantemente, era sua mãe ligando preocupada com o que havia acontecido com o rapaz e afirmou que Lidia tinha lhe enviado fotos e vídeos que mostravam a sessão de abusos sexuais pelo qual ele havia passado.

Enquanto estuprava a vítima, Lidia filmou e fotografou todos os atos, onde usava um vibrador e os dedos para abusar do homem desacordado. A mulher divulgou as imagens nas redes socias, com os contados da vítima através de um aplicativo de conversas. Lidia foi presa em Copacabana e está a disposição da Justiça.

Comentário do usuário